Buscar

Nenão sugere construção de ciclovia em trecho que liga Nova Andradina a Batayporã

Buscando maior segurança àqueles que diariamente percorrem o trecho que liga Nova Andradina a Batayporã, o vereador Newton Luiz de Oliveira (Nenão), apresentou indicação para a construção de uma ciclovia às margens da MS-134, rodovia Alcides Sãovesso.

 O pedido foi feito durante a 38ª sessão ordinária da Câmara Municipal, realizada nesta segunda-feira, às 18h, no assentamento Teijin, no Retiro do Poço. O documento será encaminhado a Secretaria Estadual de Obras Públicas e Transportes e a diretoria da Agesul.  “Estamos atendendo uma reivindicação constante dos trabalhadores e também transeuntes dessa rodovia, tendo vista o tráfego de ciclistas e motociclistas que por ali transitam, o que aumenta o risco de acidentes”, atesta Nenão.

Conforme o vereador, a ideia é fazer uma ciclovia nos mesmos moldes daquela construída ao longo de 12 quilômetros entre Itaporã e Dourados. “A pista exclusiva para ciclistas poderia oferecer mais segurança a quem faz uso de bicicleta neste trecho de aproximadamente 10 km e, além disso, seria uma alternativa a mais para incentivar a prática do ciclismo”, atesta o vereador.

Ciclovia existente entre as cidades de Dourados e Itaporã é modelo a ser seguido, diz vereador Nenão (Foto: Divulgação)

No caso da MS-134, entre as cidades de Nova Andradina e Batayporã, o Nova News apurou que a ausência de uma ciclovia faz com que os ciclistas disputem espaço com carros e principalmente com veículos de grande porte, o que coloca em risco a segurança dos usuários da via.

Alguns ciclistas abusam da imprudência e, para não precisar pedalar, seguram na carroceria de carretas e caminhão, correndo o risco de uma queda, que poderia até ser fatal, caso o ciclista vá em direção às rodas traseiras ou simplesmente bata a cabeça contra o solo.

Ao segurar na carroceria, o ciclista conduz a bicicleta com apenas uma das mãos, o que, aliado à velocidade do caminhão e às possíveis imperfeições presentes no asfalto, aumenta muito as chances de um grave acidente.

Segundo condutores que trafegam diariamente pelo local, é comum a presença de ciclistas neste trecho da MS-134. Geralmente os jovens saem de Nova Andradina para frequentar o balneário desativado, existente na altura do Córrego Esperança, em Batayporã. (Com informações da CMNA).

Imagem: Arquivo/Nova News

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.