Buscar

Nova Andradina e outras nove cidades receberão pesquisa sobre transporte intermunicipal de passageiros

Levantamento deverá ter início em julho

Imagem: Arquivo / Agepan

Cb image default

O município de Nova Andradina e outras nove cidade do Estado receberão uma pesquisa de campo que irá coletar informações para o Plano Diretor de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal de Passageiros de Mato Grosso do Sul (PDTC/MS).

Serão realizadas entrevistas presenciais com passageiros em terminais de dez das principais cidades do Estado. São municípios que têm o maior número de linhas com início e/ou fim naquela localidade e que são representativos da região onde estão localizados.

Em reunião na última sexta-feira (07) entre a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) e especialista da Gistran Gerenciamento de Informações e Sistemas de Transportes, consultoria especializada contratada pelo Estado para o projeto, foi confirmada a pesquisa.

O levantamento será realizado em Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ponta Porã, Naviraí, Nova Andradina, Miranda, Maracaju e Coxim. Após o estudo nos terminais, a pesquisa de campo terá uma segunda fase, com os pesquisadores embarcados, viajando nas linhas para coleta de outros dados.

A fase nos terminais deverá durar em torno de 15 dias a partir de seu início, em julho. O cronograma exato será ainda confirmado, com ajustes que levam em conta sazonalidades como as férias escolares e especificidades de lugares que têm maior movimentação no início de cada mês, com o fluxo de moradores para cidades maiores para serviços como o bancário e de comércio.

Questionário

A pesquisa de campo, junto com o levantamento de dados nos sistemas da Agepan, faz parte da primeira etapa de elaboração do Plano. Os usuários serão questionados na Pesquisa Origem e Destino e na Pesquisa de Satisfação e Preferência.

A primeira visa identificar informações como início e local de desembarque; motivação; se haverá continuidade da viagem utilizando outra modalidade; idade, faixa etária e renda média do entrevistado. A segunda expande o universo de levantamento, buscando a classificação da satisfação quanto a conforto, segurança, preço da passagem e horário oferecido, entre outros itens. (*As informações são da Agepan).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.