Buscar

Nova Andradina fecha janeiro em 2º lugar no Estado com maior geração de emprego

Dados do Caged apontam que o município fechou o primeiro mês do ano em destaque na geração de emprego com carteira assinada

Ficando atrás apenas da capital Campo Grande, o município de Nova Andradina aparece em segundo lugar com maior número de vagas de emprego geradas em janeiro. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho nessa sexta-feira (2), Mato Grosso do Sul criou 1.589 vagas de emprego formal no primeiro mês no ano.

Detalhados, os números apontam que na lista dos municípios sul-mato-grossenses com mais de 30 mil habitantes, Campo Grande é o que teve melhor desempenho em janeiro, com saldo positivo de 452. Na sequência aparecem Nova Andradina (255), Dourados (177), Naviraí (55), Maracaju (36), Sidrolândia (21), Coxim (14), Ponta Porã (13) e Aquidauana (1).

Os municípios que tiveram saldo negativo são: Rio Brilhante (-1), Corumbá (-5), Paranaíba (-14), Amambai (-19) e Três Lagoas (-89).

Setores que mais empregam

Dos 229 dos 255 postos criados em Nova Andradina, o agronegócio e a indústria estão entre os setores que mais empregam na economia do município. Juntos, estes setores empregaram 4.467 trabalhadores com carteira assinada. De um total de 9.908 empregos formais registrados, em 2.648 estabelecimentos.

Cb image default
Agronegócio e a indústria estão entre os setores que mais empregam no município - Foto: Divulgação

No cenário estadual, a agropecuária e o setor de serviços foram os setores que mais contribuíram para o saldo positivo de Mato Grosso do Sul, com criação de 798 e 775 postos de trabalho com carteira assinada, respectivamente.

Também tiveram mais contratações do que demissões indústria de transformação (366) e construção civil (152).

Por outro lado, alguns setores tiveram resultado negativo: comércio (-481), serviços industriais de utilidade pública (-15), extrativa mineral (-5) e administração pública (-1).

Mato Grosso do Sul ficou em 12º no ranking das unidades da federação, atrás de São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás, Bahia, Espírito Santo, Distrito Federal e Ceará. (com informações do G1 MS)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.