Buscar

Nova Andradina – Homem acusado de matar “Alemão” será julgado este mês

Júri popular será realizado a partir das 08h do próximo dia 11 de junho

Cb image default
Sessão do Tribunal Popular do Júri ocorrerá nas dependências do Fórum de Nova Andradina - Imagem: Acácio Gomes / Arquivo / Nova News 

Um homem identificado como Odair Soares de Oliveira, irá a júri popular na próxima terça-feira (11), acusado de matar a facadas no dia 11/04/2018, em Nova Andradina, Sidnei Tupan Delgado, de 45 anos, conhecido como “Alemão”, ex-funcionário da Prefeitura Municipal.

Conforme apurado pelo Nova News junto ao Poder Judiciário da Comarca, o julgamento, que será presidido pela juíza Cristiane Aparecida Biberg de Oliveira, será realizado a partir das 08h, nas dependências do Fórum de Nova Andradina.

O crime

Conforme noticiado na época dos fatos pelo Nova News, na noite de 11/04/2018 “Alemão” foi encontrado por populares caído em via pública, todo ensanguentado, com várias perfurações provocadas por arma branca.

Cb image default
À esquerda a vítima "Alemão" e, à direita, Odair Soares de Oliveira, apontado como autor - Imagens: Arquivo

O Corpo de Bombeiros socorreu e encaminhou Sidnei Tupan Delgado para o Hospital Regional (HR) Francisco Dantas Maniçoba, onde ele deu entrada com vida, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu momentos depois.

Cb image default
Faca usada no crime - Imagem: Polícia Civil

A prisão

Uma equipe da Polícia Militar foi acionada e realizou rondas pela cidade, vindo a localizar um homem identificado como Odair Soares de Oliveira em atitude suspeita. Em poder dele, os policiais encontraram uma faca suja de sangue, o que reforçou as suspeitas de que ele seria o autor do crime.

Diante dos fatos, ele foi preso e encaminhado para a 1ª Delegacia de Polícia de Nova Andradina, onde, segundo a delegada Daniela de Oliveira Nunes, Odair confessou o crime, momento em que a autoridade policial representou pela sua prisão preventiva.

Agora, um ano e dois meses depois dos fatos, ele passará pelo júri popular, onde acusação e defesa debaterão sobre sua possível culpa ou inocência.

Odair Soares de Oliveira já foi julgado anteriormente por outro crime. Na ocasião, ele foi condenado a mais de oito anos de prisão por tentar matar, em 2013, sua companheira e o neto dela, uma criança que na época tinha apenas dois anos de idade.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.