Buscar

Nova Andradina: Lombadas eletrônicas irão gerar multas a partir deste mês

Acácio Gomes - Redação Nova News

Imagens: Acácio Gomes

As três lombadas eletrônicas instaladas no mês de novembro de 2016 na cidade de Nova Andradina começam e gerar multas a partir deste mês de janeiro. Os equipamentos já foram instalados em pontos estratégicos e irão começar a autuar os condutores por excesso de velocidade a partir do próximo dia 11, quando termina o chamado período educativo.

Os equipamentos, instalados pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS), foram colocados na Avenida Antônio Joaquim de Moura Andrade, próximo ao antigo prédio da Prefeitura Municipal; em frente ao Residencial Portal do Parque, na saída para Nova Casa Verde, e na saída para Ivinhema, em frente ao Jardim Imperial.

As lombadas fixadas em frente ao Portal do Parque e ao Jardim Imperial terão limite máximo de velocidade de 40 km/h e o equipamento fixado no centro da cidade terá tolerância máxima de 30 km/h, devido à proximidade uma instituição de ensino, no caso a Uniesp.

Em dezembro de 2016, uma equipe do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) vistoriou os redutores de velocidade. Obrigatória para o funcionamento dos dispositivos, a vistoria é regulamentada por lei e confirma se os meios tecnológicos para detectar infrações estão em perfeito funcionamento. 

Saiba mais
  • Três lombadas eletrônicas são instaladas em Nova Andradina

A multa por excesso de velocidade é a infração que mais cresce no Brasil, e dados do Denatran comprovam isso. 

 

No primeiro semestre do ano passado, o crescimento foi de 150% em relação ao mesmo período do ano anterior e esse aumento se deve em função da instalação de novos equipamentos, como radares e lombadas nas ruas de todo o país.

Desde outubro de 2016 os valores para todos os tipos de infração passaram por reajuste e sofreram até 900% de aumento. Atualmente, transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20% é considerada infração média, gera multa de R$ 130,16 e 4 pontos na CNH. 

Transitar em velocidade superior à máxima permitida em 20% até 50% é infração grave, gera multa de R$ 195,23 e 5 pontos na CNH e, por fim, transitar em velocidade superior a 50%  da máxima permitida é um ato gravíssimo, que resulta em multa de R$ 880,41, sete pontos na CNH e suspensão do direito de dirigir.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.