Buscar

Nova Andradina - Mãe de Luiz Cláudio pede ajuda para bazar solidário

Garoto de sete anos, que sofre com doença degenerativa, passará por cirurgia em janeiro; para ajudar ligue no (67) 9 9648-6264

Imagens: Cedidas pela Família

Cb image default

A moradora de Nova Andradina, Sandra Campos, mão do garoto Luiz Cláudio, de sete anos, criança que sofre com uma doença degenerativa denominada “distrofia muscular congênita merosina negativa” está pedindo doações em roupas e calçados para vender em um bazar solidário que ela montou na varanda de casa a fim de arrecadar recursos para o tratamento do menino.

Sandra explica que, após passar 20 dias com Luiz Cláudio em São Paulo, retorna para Campo Grande e depois para Nova Andradina, sendo que, em janeiro de 2019, eles irão mais uma vez ao Hospital das Clínicas em SP, onde a criança passará por uma cirurgia relativa à sonda pela qual o garoto recebe alimentação.

A mãe explica que todos os tratamentos do filho, que tem uma doença rara, são realizados em grandes centros e, segundo ela, o Governo do Estado custeia apenas as passagens aéreas, ficando as demais despesas sob a responsabilidade de Sandra. “Para esta cirurgia de janeiro vamos ficar cerca de 30 dias em uma pousada perto do Hospital das Clínicas, evitando assim deslocamento de ônibus ou metrô, o que poderia agravar a saúde dele”, explica.

Sandra conta que cada diária na pousada, que conta com rampas de acesso para cadeirante bem como outras adaptações necessárias para a estadia de Luiz Cláudio, custa R$ 80,00, o que, em um mês, resultaria em uma despesa de pelo menos R$ 2.400,00, isso sem contar outros eventuais gastos que possam surgir.

A mãe da criança conta que no bazar solidário são vendidas geralmente peças usadas, avaliadas entre R$ 2,00 e R$ 5,00, sedo que, quem quiser doar roupas e calçados, sejam usados ou novos, podem entrar em contato com Sandra pelo telefone / Whatsapp (67) 9 9648-6264 ou pelo e-mail sandraeclaudio.aniceto@hotmail.com.

Ela disse que, nos últimos dias, encaminhou uma mensagem endereçada ao proprietário das Lojas Havan, Luciano Hang, contando a história de Luiz Cláudio e pedindo doações para serem vendidas no bazar. Sandra espera que, além das possíveis doações da comunidade, o empresário também possa se sensibilizar com drama vivido pela família. "As roupas usadas são muito bem vindas, mas se conseguirmos peças novas, vamos conseguir vender a preços melhores e aumentar a arrecadação", explica.

Além do bazar, a moradora de Nova Andradina busca outras formar de conseguir recursos para os tratamentos do filho, trabalhando como manicure e realizando promoções como venda de pizzas e de rifas. 

Cb image default

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.