Domingo, 15 de Dezembro de 2019
Buscar

Nova Andradina reforça atendimento no Dia Mundial de Combate à Tuberculose 

Campanha visa chamar atenção da sociedade para o combate à tuberculose (Foto: Ministério da Saúde/Cogecom)

No Dia Mundial de Combate à Tuberculose, comemorado em 24 de março, a Prefeitura de Nova Andradina, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), irá reforçar o atendimento nas unidades de Estratégia Saúde da Família (ESF) e Centro de Especialidades (CEM) Médicas Tiokayo Oshiro.

O secretário municipal de Saúde, Silvio Senhorini, destacou a capacidade técnica dos profissionais para a ação e frisou o apoio do prefeito Roberto Hashioka para as iniciativas desenvolvidas pela SMS. "Temos encontrado um grande respaldo junto ao Executivo", enalteceu o gestor.

Além do atendimento nos postos, por meio da Coordenadoria-Geral de Comunicação Institucional da Prefeitura de Nova Andradina, a Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza informações sobre a doença e medidas com foco na prevenção à tuberculose.

"Pessoas com tosse por mais de três semanas, emagrecimento sem explicações, falta de apetite e febre vespertina devem ficar atentas, pois esses são alguns dos sintomas. Desta forma, é importante procurar o mais rápido possível a unidade de saúde do seu bairro e solicitar a realização do exame do escarro", comentou Senhorini.

O secretário acrescentou que munícipes residentes em áreas sem cobertura da Estratégia Saúde da Família devem procurar atendimento médico ou de enfermagem no CEM. "O Dia Mundial de Combate à Tuberculose é uma data para nos atentarmos para a doença, mas a prevenção deve ser contínua", enfatizou.Sobre a tuberculose 

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível que afeta prioritariamente os pulmões. A doença é curável.  Anualmente são notificados cerca de 6 milhões de novos casos em todo o mundo, levando mais de um milhão de pessoas a óbito. O surgimento da aids e o aparecimento de focos de tuberculose resistente aos medicamentos agravam ainda mais esse cenário.

No Brasil, a tuberculose é sério problema da saúde pública, com profundas raízes sociais. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos e ocorrem 4,6 mil mortes em decorrência da doença. O Brasil ocupa o 17º lugar entre os 22 países responsáveis por 80% do total de casos de tuberculose no mundo.

Nos últimos 17 anos, a tuberculose apresentou queda de 38,7% na taxa de incidência e 33,6% na taxa de mortalidade.  A tendência de queda em ambos os indicadores vem-se acelerando ano após ano em um esforço nacional, coordenado pelo próprio ministro, o que pode determinar o efetivo controle da tuberculose em futuro próximo, quando a doença poderá deixar de ser um problema para a saúde pública.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.