Buscar

Nova Andradina sedia I Seminário do Programa de Saúde na Escola

De 23 a 25 de julho, Nova Andradina sediou o I Seminário do Programa de Saúde na Escola (PSE) com o objetivo de planejar ações e diálogos entre saúde e educação, discutir as estratégias intersetoriais de ação entre saúde e educação no município, os desafios enfrentados pela articulação entre a rede básica de saúde e as escolas da rede pública, bem como dialogar sobre as boas práticas dessa trabalho integrado.

Integraram as ações deste programa, a “Oficina de Alimentação e Nutrição”, palestras e apresentação de experiências que deram certo nos municípios. O evento atraiu membros dos GTI (Grupo de Trabalho Intersetorial) municipais e coordenadores municipais de PSE e Atenção Básica, profissionais de saúde, educação e especialistas que atuam no PSE.

NAquarta-feira (25), o encontro abriu espaço para um ato solene de abertura com a presença de representantes do governo municipal e da Secretaria Estadual de Saúde (SES), momento em que as autoridades apresentaram informações atualizadas sobre as ações já realizadas e traçaram diretrizes para o desenvolvimento do PSE de maneira articulada e integrada.

O coordenador do PSE em Nova Andradina, Leandro Thomaz, e a representante da saúde municipal, Simone Marega, agradeceram a presença de todos os segmentos da saúde e educação do município e dos palestrantes, que vieram dos estados do Rio de Janeiro e de MS, para trazer a experiência deste programa e responder as dúvidas dos profissionais.

“Sentimos a necessidade de estreitar e aproximar as equipes, que atuam em seus locais de trabalho no dia a dia. Cada um tem seu papel dentro do PSE, não existe uma ação isolada do médico, do enfermeiro, do agente de endemias, do dentista. A equipe para e vai para a escola para fazer a ação em sua integralidade. É um momento de tirar dúvidas e de conhecimento”, frisou Simone.

Ao citar um ditado popular que diz: “Melhor prevenir do que remediar”, Fábio Zanata, secretário de educação, frisou o comprometimento dos profissionais que atuam justamente na prevenção, com orientações e informações sobre doenças sexualmente transmissíveis, gravidez na adolescência, dengue, entre outras, que podem ser evitadas a partir deste trabalho.

Cb image default
Importante seminário aconteceu entre os dias 23 e 25 de julho - Foto: João Cláudio/PMNA

“É mais fácil mobilizar nossas crianças e jovens na escola, onde já estão arrebanhados e, ao invés de tratar um gravidez precoce, orientar e prevenir. Da mesma maneira, a saúde bucal com o uso do flúor para evitar a cárie. Nosso compromisso é fazer o nosso melhor, pelo bem de nossas crianças e adolescentes”, afirmou o secretário, que neste ato representou o prefeito Gilberto Garcia.

Para a representante da SES, Vera Lucia Silva Ramos, este momento de integração é muito importante porque o programa traz na sua forma de organização a intersetorialidade. “A maioria dos nossos encontros envolve apenas os representantes, mas neste evento conseguimos reunir todos os profissionais da saúde, educação e parceiros. Isso é de grande relevância para a avaliação dos serviços prestados até agora e o planejamento de novas ações”.

Para a vigência de 2018-2019, Nova Andradina credenciou 12 Escolas/Ceinfs, beneficiando um total de 2 mil alunos das redes municipais e estaduais de ensino. Todas as Equipes de Estratégia de Saúde da Família, incluindo Nova Casa Verde, estão credenciadas e, portanto, aptas a atenderem aos alunos do Programa de Saúde na Escola.

A Banda Marcial Municipal Getúlio Vargas abrilhantou o evento e recebeu elogios da representante da SES. “Nós, tratando da saúde na escola, fomos presenteados com esta belíssima apresentação. Foi um show de civismo, me emocionou. Só isso já valeria o encontro”, comentou Vera Lúcia.

ADESÃO/PARTICIPAÇÃO

O município de Nova Andradina – MS, aderiu ao Programa de Saúde na Escola no ano de 2013 e desde então foram atendidos cerca de 15.000 mil alunos com a realização de Consultas/Procedimentos de Fonoaudiologia, Nutricionista e Oftalmologia e realizou durante este período, a entrega de 2.000 mil lentes e armações de óculos para os alunos atendidos pelo Programa de Saúde na Escola através de convênios com a UFMS – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

No total existe 34 Instituições de Ensino credenciadas representando 100 (cem) por cento das consideradas aptas a ingressar no programa num total de 16.800 alunos da rede municipal e estadual de ensino.

AÇÕES A SEREM REALIZADAS

· Ações de Combate ao mosquito Aedes Aegypti

· Promoção das Práticas Corporais, da atividade física e do lazer nas escolas

· Prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas

· Promoção da cultura de paz, cidadania e direitos humanos

· Prevenção das violências e dos acidentes

· Identificação de educandos com possíveis sinais de agravos de doenças em eliminação

· Promoção e avaliação da saúde bucal e aplicação tópica de flúor

· Verificação da Situação Vacinal

· Promoção da segurança alimentar e nutricional e da alimentação saudável e prevenção da obesidade infantil

· Promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração

· Direito sexual e reprodutivo e prevenção de DST/AIDS

· Promoção da saúde ocular e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.