Buscar

Nova Andradina - Simted e Prefeitura têm reunião para discutir reajuste salarial nesta terça

Negociações começaram no final do mês de janeiro. Nova reunião está agendada para terça-feira, dia 8 de maio

Cb image default

Presidente do sindicato se reunirá com o prefeito Gilberto Garcia - Foto: Assessoria

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Nova Andradina, Edson Granato, se reunirá com o prefeito Gilberto Garcia nesta terça-feira, dia 8 de maio, para discutir o reajuste salarial e outras reivindicações da categoria.

As negociações tiveram início ainda no mês de janeiro, porém, pouco avançaram já que o prefeito afirmou que seria necessário um balanço das contas do quadrimestre para avaliar a situação financeira do município, os repasses dos recursos do Fundeb e a possibilidade do poder público municipal absorver a recomposição.

Segundo Granato, com o findar do mês de abril o sindicato cobra uma definição da uma de uma política salarial para os trabalhadores da rede municipal de ensino. A reunião foi agendada para a próxima terça, a partir das 14h. O secretário de educação, cultura e esporte, Fábio Zanata, deve participar das negociações.

“As propostas apresentadas pelo Sindicato são: aplicação de 7% de reajuste salarial e/ou a reformulação estatutária, alterando a estrutura de carreira do magistério, conforme a lei do Piso Salarial Nacional dos professores”, enumera Granato. A data-base para o reajuste anual é março e, caso se concretize, os pagamentos serão retroativos.

Outros itens também fazem parte da pauta de reivindicações como pagamento de difícil acesso aos professores e administrativos que trabalham na zona rural, construção da entrada do Jardim Tropical e pavimentação asfáltica do bairro, cedência de um professor para o Simted, averbação automática do Termo de Serviço do INSS para o Previna, plano de saúde para os funcionários públicos da educação.

Vale ressaltar que a Câmara de Vereadores de Nova Andradina já concedeu revisão geral e reajuste de vencimentos aos servidores do Legislativo municipal. Pelo projeto, foi concedido 4,94%, sendo 2,84% referente a inflação verificada nos últimos 12 meses, de 2,84%, e mais 2,10% de reajuste salarial. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.