Buscar

Nova Andradina tem maior saldo na geração de empregos no MS

Levantamento divulgado pela Fiems refere-se ao primeiro quadrimestre de 2014

O Radar Industrial da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems) divulgou nesta terça-feira (3) que 41 municípios do Estado obtiveram saldo na contratação de trabalhadores no setor industrial. O levantamento é referente aos meses de janeiro a abril. Nova Andradina é o primeiro colocado no ranking com 632 vagas.

Entre as cidades com saldos positivos de pelo menos 150 postos criados, a “Capital do Vale do Ivinhema” é seguida por Campo Grande (+411), Angélica (+361), Rio Brilhante (+245), Aparecida do Taboado (+232), Fátima do Sul (+193), Maracaju (+178) e Vicentina (+159).

Ações do Governo Municipal aliam vagas de emprego à oferta de cursos profissionalizantes (Foto: Natalho Cuer/PMNA)

Somadas às contratações no primeiro quadrimestre de 2014, o setor industrial de Mato Grosso do Sul, composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, somou a abertura de 3.409 novos postos de trabalho.

Incentivo à industrialização 

Para o prefeito Roberto Hashioka, a amostragem vai ao encontro das políticas de incentivo do Governo Municipal para a diversificação e o fortalecimento da economia. “Nossas políticas visam incentivar a industrialização como meio de alavancar o desenvolvimento, gerar postos de trabalho e renda às famílias de Nova Andradina”, ressaltou. 

Entre as ações com foco no setor, o chefe do Executivo citou a ampliação do Distrito Industrial e a efetivação do Programa de Desenvolvimento e Apoio à Industrialização de Nova Andradina (Prodinan) e da Lei Geral das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Também por iniciativa do Governo Municipal, através da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado (Semdi), os empreendimentos enquadrados no Prodinan têm, através de legislação específica, de autoria do prefeito Roberto Hashioka, impostos como IPTU e ISS isentos por 10 anos.

Mão de obra qualificada 

O gestor elencou ainda as oportunidades de emprego ofertadas pela Secretaria de Cidadania e Assistência Social (Semcias), por intermédio do Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador (CIAT). “O levantamento do Radar Industrial da Fiems denota que as vagas oferecidas pelo CIAT têm sido preenchidas e, ao mesmo tempo, outras criadas, pois frequentemente novas oportunidades são divulgadas”, analisou. 

De acordo com Roberto Hashioka, a constante oferta de vagas no mercado de trabalho em Nova Andradina tem motivado o Governo Municipal a buscar parcerias no intuito de capacitar a mão de obra local. “Nossas ações têm o objetivo de aliar vagas de emprego à oferta de cursos profissionalizantes”, disse.

Leia também
  • Prefeitura de Nova Andradina divulga vagas para cursos profissionalizantes
  • Assentamento São João também é contemplado pela "Campanha do Agasalho"

Ainda de olho na qualificação, o prefeito reiterou os projetos de leis, também de sua autoria, que dispõem sobre a doação de aproximadamente 40 mil metros quadrados à Federação das Indústrias do Estado Mato Grosso do Sul. Com a previsão de investir mais de R$ 10 milhões no município, a Fiems irá construir às margens da rodovia MS-134 um centro integrado com os serviços ofertados pelo SESC, Senac, SESI e Senai.

Previsão de vendas

Por outro lado, o potencial de consumo também segue em ritmo acelerado,  conforme levantamento divulgado pela IPC Marketing Editora no último mês de maio. Com a previsão de vendas estimadas em R$ 959 milhões para este ano, Nova Andradina foi o município que mais cresceu no Estado no referido gênero. Entre 2013 e 2014, o acréscimo foi de 25,6%. 

Motivado pelas políticas de incentivo do Governo Municipal, o índice também incluiu a cidade entre as 500 maiores potências de consumo do País. Durante o período, a previsão de vendas em Nova Andradina saltou de R$ 763 milhões para R$ R$ 959 milhões. “São R$ 196 milhões a mais de movimentação previstos no comércio e na prestação de serviços para este ano”, concluiu o prefeito.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.