Buscar

Nova Andradina vive risco de epidemia de dengue

Levantamento da Secretaria Estadual de Saúde coloca município na lista das cidades com maior possibilidade de surto da doença

Imagem: Divulgação

Levantamento divulgado nos últimos dias pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul, aponta que 60% das cidades de Mato Grosso do Sul, entre elas Nova Andradina, está na lista de municípios possibilidade de epidemia da doença ou em estado de alerta.

Em todo o Estado, já foram registrados, apenas nas últimas semanas, 1.247 casos da doença, o que equivale à média de 178 por dia. Somente em 2015, o índice de notificações de dengue já passa de 8.420, o que fez com que 47 municípios (60%) entrassem para lista, que foi dividida da seguinte forma:

Municípios com alto risco de epidemia

Nova Andradina, Iguatemi, Selvíria, Itaquiraí, Sete Quedas, Sonora, Paranhos, Eldorado, Douradina, São Gabriel do Oeste, Japorã, Brasilândia, Naviraí, Amambaí, Tacuru, Inocência, Aral Moreira, Água Clara, Chapadão do Sul, Costa Rica, Alcinópolis, Três Lagoas, Laguna Carapã e Aparecida do Taboado.

Municípios em estado de alerta

Bataguassu, Ivinhema, Paranaíba, Coronel Sapucaia, Itaporã, Campo Grande, Antônio João, Pedro Gomes, Rio Negro, Santa Rita do Pardo, Bandeirantes, Ribas do Rio Pardo,Guia Lopes da Laguna, Corumbá, Bonito, Ladário, Rochedo, Juti, Jardim, Glória de Dourados, Mundo Novo, Jaraguari e Cassilândia.

O boletim epidemiológico da SES aponta ainda que foram registradas duas mortes causadas pela dengue em Mato Grosso do Sul. Os óbitos ocorreram nas cidades de Corumbá e Paranhos.

Nova Andradina

Segundo a assessoria, a Prefeitura de Nova Andradina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância Epidemiológica e CCZ, reforçaram nesta semana o pedido de apoio à população para o combate ao mosquito transmissor da dengue. Entre os bairros com maior incidência estão Durval Andrade Filho, Bela Vista e Argemiro Ortega, mas também há notificações no distrito Nova Casa Verde e assentamentos da região.

"Mesmo com as diversas ações desenvolvidas pelo poder público, a exemplo do mutirão de limpeza, visitas periódicas dos agentes de saúde e as ações realizadas no Dia D Contra Dengue, é preciso que a população se conscientize e dê mais atenção aos cuidados diários com o quintal", destacou Silvio Senhorini, secretário municipal de Saúde.

Imagem: Natalho Cuer/PMNA

Saiba mais
  • Saúde de Nova Andradina pede apoio da população para combate à dengue

O gestor complementou que desde o ano passado a Prefeitura de Nova Andradina, por determinação do prefeito Roberto Hashioka, tem intensificado as ações de combate e prevenção não só à dengue, mas também ao chikungunya.

Diante do número de notificações, a Secretaria de Saúde realiza os chamados "bloqueios" nas residências. A ação consiste na visita domiciliar do agente de endemias para vistoriar a casa visando encontrar focos do mosquito, orientar a família sobre os cuidados com vasilhames e recipientes de água descobertos e, confirmados os focos/larvas, fazer o tratamento focal com aplicação de inseticida com nebulizador costal, além do carro fumacê nos bairros.

As ações também são desenvolvidas na área rural, onde o Governo Municipal, por meio da Gerência Administrativa da Prefeitura de Nova Andradina em Nova Casa Verde, realiza constantes mutirões de limpeza em diversas localidades. Para a agente de Saúde e coordenadora do Mutirão da Dengue, Cleonice Vieira dos Santos, é necessário uma maior colaboração da população, já que estão sendo encontrados muitos focos do mosquito nos quintais das residências visitadas pelas equipes da secretaria. (Com informações da SES e da Assessoria da Prefeitura de Nova Andradina).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.