Buscar

Polícia Militar alerta para falsa campanha de arrecadação em nome da instituição

Pessoas chegam a se passar por policiais e usam indevidamente o nome da Polícia Militar para captar doações

O 8º BPM (Batalhão de Polícia Militar) alerta a população de Nova Andradina e região para não cair em falsas campanhas de arrecadações em nome da instituição. Não a primeira vez que vem à tona, a prática preocupa a corporação que pede atenção redobrada diante de alguma situação duvidosa que venha a acontecer.

O alerta foi repassado à reportagem do Nova News pelo comandante da Força Tática, capitão Nelson Vieira Tolotti, na manhã desta segunda-feira (05). Segundo ele explicou, os golpes têm sido praticados por pessoas que chegam a se passar por policiais e usam indevidamente o nome da Polícia Militar para captar doações.

Denúncias sobre a atuação dos golpistas chegaram até o batalhão detalhando que rifas estão sendo vendidas em Nova Andradina e no Vale do Ivinhema a um custo de R$ 200,00 cada número. De encher os olhos, os prêmios a serem sorteados pela loteria federal vão desde veículos e motos zera quilômetro, televisores LED a computadores.

Cb image default
Golpistas chegam a se passar por falsos policiais para conseguir doações - Foto: Ilustração - Luciene Carvalho/Nova News
Cb image default
Comandante da Força Tática alerta sociedade que o 8º BPM não vende nenhum tipo de rifa promocional - Foto: Luciene Carvalho/Nova News

Trata-se, conforme Vieira, de uma situação que exige cautela por parte da população antes de comprar a rifa ou destinar qualquer doação às Associações de Cabos de Soldados que recrutam pessoas terceirizadas para tal prática. “Antes, porém, é importante lembrar que os golpistas chegam a usar nomes de associações para fazer arrecadações. A Polícia Militar apoia tais entidades e costuma ser comunicada das campanhas a serem realizadas, no entanto, recebemos informações de pessoas que não são policiais e aproveitam a situação para ludibriar a comunidade”, pontuou o capitão.

Prestes a cair no golpe, um empresário de Nova Andradina quase foi vítima dos estelionatários. “Entre várias situações, obtivemos conhecimento do ilícito através de um comerciante que nos ligou e pediu que fossemos até sua empresa buscar o dinheiro da rifa que seria para ajudar na construção de um barracão no quartel. Alertamos a sociedade que o 8º BPM não vende nenhum tipo de rifa promocional e tudo não passa de um golpe”, diz o comandante.

“Caso alguém se depare com uma pessoa utilizando o nome da Polícia Militar, ou de qualquer outra instituição para oferecer rifa ou pedir qualquer tipo de doação para a instituição, pedimos que nos ligue imediatamente no 190 ou o telefone (67) 3499-1700. Já informarmos os escalões superiores sobre a recorrência e as providências necessárias serão tomadas”, expôs o capitão Vieira.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.