Buscar

Prefeitura inicia implantação do calçamento da nova Praça Brasil

Durante vistoria às obras, Gilberto Garcia indicou a data de 20 de dezembro deste ano para inaugurar a Praça, nas comemorações dos 60 anos de emancipação de Nova Andradina

Imagens: João Cláudio

Cb image default

No final do mês abril as obras de revitalização da Nova Praça Brasil passaram a receber a etapa de construção do calçamento, além dos sistemas hidráulico e de drenagem. O novo piso do empreendimento será constituído por pavers, que consistem em pavimentos intertravados de concreto, revestimentos cada vez mais populares em projetos modernos de arquitetura e engenharia.

Ainda no mês de março, foram concluídas a obras do segundo maior monumento da nova Praça Brasil, figurada na imagem de um grande arco transpassado de flecha, que homenageia os índios Ofaiés – originários que habitaram a região do Vale do Ivinhema até a primeira metade do século XX – além do revestimento das paredes externas dos quiosques que serão destinados, através de concessão pública à iniciativa privada, para a atuação de empresas do ramo de bar e lanchonetes.

O prefeito Gilberto Garcia, que iniciou seu mandato herdando as obras de revitalização da Praça Brasil paralisadas e com menos de 30% de seu cronograma concluído, estendeu para o final deste ano a entrega do espaço ao público, considerando que o atraso se deu por conta da ausência do sistema de iluminação e da rede hidráulica no projeto inicial, sobretudo, por conta da retenção dos repasses da União, que indicava até então, um saldo de R$ 685.710,77, ainda não liberados à municipalidade.

Entendendo que obras abandonadas significam prejuízos para os cofres públicos, consequentemente, aos contribuintes, Gilberto priorizou a retomada e conclusão da Praça Brasil alocando recursos próprios do Município para a implantação dos sistemas não inclusos no projeto original, como as luminárias e a rede hidráulica, necessárias para o uso pleno dos munícipes, entregando à cidade um projeto pronto, de excelência, sem a necessidade de reparos posteriores.

Cb image default

Nos primeiros 15 meses da atual gestão, foram realizadas as obras para a conclusão dos quiosques, instalando calhas, rufos, pisos e revestimentos, a implantações dos muros de contenções das raízes das árvores que continuarão na praça, além da conclusão dos dois maiores monumentos, um localizado na parte central do projeto que homenageia o pantanal sul-mato-grossense figurando as asas abertas de um tuiuiú e o monumento aos índios Ofaiés.

Os recursos para a revitalização, foram viabilizados junto ao Governo do Estado, somados à emenda parlamentar individual do deputado federal Geraldo Resende por meio de Ministério do Turismo, além da contrapartida do Governo Municipal de Nova Andradina, que é o maior contribuinte financeiro na execução do projeto.

O prefeito Gilberto Garcia, após vistoriar as obras na última semana, avaliou o histórico da revitalização, destacou o apoio recebido do deputado Geraldo Resende e do Governador Reinaldo Azambuja e fez um compromisso de entregar as obras nas festividades dos 60 anos de emancipação de Nova Andradina, em 20 de dezembro de 2018.

“Além de representar mais um espaço de cultura e entretenimento para a população em geral, a nova Praça Brasil será um ponto de encontro das nossas famílias e vai proporcionar melhor qualidade de vida. Assumimos um projeto que iniciaram lá em setembro de 2013, com a remoção da antiga estrutura, até então, vimos o mesmo se arrastando por 3 anos sem ser concluída sequer um terço da sua execução. Mas, com muito trabalho, disciplina e bênçãos de Deus, vamos entregar esta bela arquitetura em 20 de dezembro, nas comemorações dos 60 anos de emancipação”, aponta Gilberto Garcia.

A praça contará com sanitários e quiosques de 30 metros quadrados cada, instalação de luminárias, jardinagem e hidráulica. A revitalização compreenderá uma área de 9.800,00 metros quadrados e contará também com espaços de calçamento, estacionamento externo, monumentos, instalação elétrica e de bancos.

O projeto consta de piso dividido em faixas que organizam pequenos espaços de estar, bancos e canteiros verdes. Serão 2.960,00 metros quadrados de área gramada, 3.592,00 metros quadrados de passeios e áreas de lazer em blocos de concreto e cimento aplainado. De frente para o obelisco que marca o centro da cidade, também está sendo construído um monumento que possui linhas que fazem menção à bandeira brasileira. As obras de revitalização constam, ainda, do deslocamento do busto do fundador Antônio Joaquim de Moura Andrade para o centro do espelho d’água. Este monumento trata de um pórtico com um pilar central.

Cb image default

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.