Buscar

Prefeitura promove capacitação na UFMS e discute gestão com especialistas

Eixos temáticos abordaram projetos para as áreas sociais, econômicas, de infraestrutura, meio ambiente e programas políticos institucionais

O Plano de Gestão Estratégica (PGE) da Prefeitura de Nova Andradina até 2016 pautou encontro realizado nesta sexta-feira (14) no campus local da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). As atividades prosseguem neste sábado (14) e reúnem secretários municipais e servidores do Executivo. 

A capacitação foi aberta pelo prefeito Roberto Hashioka. Na ocasião, o gestor, entre outros tópicos, salientou o aprimoramento do quadro técnico de funcionários, a exemplo do secretariado municipal. “É muito importante quando observamos servidores efetivos assumindo cargos em comissão, de chefia, como o de secretário”, frisou.

De acordo com Hashioka, a opção por funcionários de carreira para as referidas funções tem ocorrido a partir de critérios técnicos e de qualificação. O prefeito citou a escolha de servidores efetivos como o secretário de Saúde, Silvio Senhorini (contador), de Educação, Nair Russo (pedagoga), e de Cidadania, Jozeli Chulli (assistente social). 

A equipe também é integrada pelo contador e engenheiro agrônomo, Márcio Costa (Desenvolvimento), engenheira civil, Elizabeth Sumiko (Infraestrutura), e o analista de sistemas Arion Aislan (Finanças), que possui ainda especialização em Administração de Negócios, mestrado em Ciências da Educação e MBA em Gestão Empresarial.

Gestão pública foi tema de debate entre especialistas e servidores do Executivo (Foto: Cogecom/PMNA)

A oficina de abertura foi ministrada pelo engenheiro civil, pesquisador e professor aposentado da UFMS, Fausto Matto Grosso. O profissional reiterou as ações inseridas no Plano de Governo do prefeito Roberto Hashioka, elaborado para a última campanha eleitoral, e elencou eixos temáticos para serem trabalhados no decorrer da qualificação. 

As ações previstas para o mandato do chefe do Executivo de Nova Andradina foram divididas nas áreas sociais, econômicas, de infraestrutura, meio ambiente e programas políticos institucionais. Os trabalhos também contaram com o auxílio de docentes, pesquisadores e profissionais das ciências humanas, sociais e econômicas. 

Para Hashioka, a iniciativa irá proporcionar ao Governo Municipal uma análise qualitativa e quantitativa sobre o andamento dos projetos incluídos no Plano de Governo, visando aprimorá-los a partir do diálogo com a sociedade, gestores e servidores da Prefeitura. 

“Essa é a nossa determinação. Queremos sempre oferecer capacitações, dialogar com a sociedade, com instituições de ensino e colocar as universidades dentro da administração pública municipal. Para isso já estabelecemos diversos convênios com essas instituições”, completou. 

O gestor também comentou sobre a rotina produtiva do Executivo e apresentou dados sobre o crescimento econômico do município, citando como exemplo a arrecadação da Prefeitura. 

“Quando assumi o Executivo pela primeira vez, em 2001, nossa arrecadação era de R$ 14 milhões e hoje é estimada em mais de R$ 100 milhões”, comparou. 

Roberto Hashioka destacou ainda a transparência na gestão dos recursos públicos. Para se ter uma ideia, o site da Prefeitura disponibiliza, além de outros itens, o Portal da Transparência nos âmbitos municipal, estadual e federal e o programa E-SIC (Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão).

“Nossa determinação é para que sempre estejamos investindo em novas tecnologias para modernizarmos o Poder Executivo e darmos maior fluxo no andamento de processos, pois temos a convicção de que nosso papel, enquanto Prefeitura, é alavancar o desenvolvimento de nossa cidade”, concluiu Hashioka. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.