Buscar

Prefeitura realiza mais uma etapa de entrega de Títulos de Imóveis em Nova Casa Verde

Regularização fundiária de imóveis de Nova Casa Verde é referência em processos realizados em todo o país. Ao todo já são 266 títulos entregues

Imagem: João Cláudio

Cb image default

A prefeitura de Nova Andradina, através da Agehnova em parceria com a Agehab, realiza o maior programa de regularização fundiária do município, atendendo em especial, o Distrito de Nova Casa Verde. E dando prosseguimento a este trabalho, o governo municipal realizou na tarde de quarta-feira (3), a entrega de mais 30 títulos de imóveis para que seus titulares possam obter escritura definitiva de seus imóveis junto ao cartório de registro.

Pela oitava vez a Prefeitura realiza a entrega dos documentos aos moradores de Nova Casa Verde, totalizando 266 títulos de regularização entregues. Outro benefício dado ao titular do imóvel é o desconto no registro em cartório. Quando normalmente, as custas chegam a R$ 4 mil, o dono do imóvel terá que desembolsar apenas R$ 300,00. Dos 1.535 lotes existentes no Distrito, já foram protocolados 1.210 pedidos de abertura de processos fundiários, os quais estão sob análise criteriosa da comissão de avaliação das informações repassadas pelos moradores que detêm a posse dos lotes.

Como em todas as etapas de entrega de títulos, o Gilberto Garcia novamente foi à localidade, sempre acompanhado da diretora da Agehonva Márcia Lobo, dos vereadores e secretários municipais, tendo nesta fase a presença da presidente da Agência de Habitação de Mato Grosso do Sul (Agehab-MS), Maria do Carmo Avessani Lopes, que destacou o trabalho do município, numa parceria bem-sucedida com o governo do Estado através da ação desenvolvida em Nova Andradina, a qual desponta no país como vitrine, já que a iniciativa é inédita e inovadora, pois possibilita ao possuidor do imóvel a garantia da propriedade, de fato e de direito.

“Este trabalho realizado em Nova Casa Verde está servindo de base para que em outras localidades possamos iniciar a legalização fundiária. A população, o prefeito e sua equipe estão de parabéns. Até ontem vocês tinham a posse do seu imóvel, agora terão a escritura, o que vai valorizar as suas propriedades e permite que tenham acesso a financiamento tanto para reforma, quanto para construir suas casas”, disse Maria do Carmo aos novos titulares de lotes.

Em sua fala, Gilberto Garcia fez um histórico sobre os processos que hoje culminam na regularização fundiária de Nova Casa Verde. Lembrou que, ainda em 2010, o Incra repassou à posse do município toda a área do núcleo urbano, distribuído em 1.535 lotes pelo então vereador Dilson Casarotto, morto em 2005 vítima de câncer. Gilberto lamentou que a gestão anterior não tivesse priorizado a regularização da localidade, passo fundamental para iniciar qualquer processo emancipatório do Distrito.

“Estamos aqui para reafirmar nosso compromisso de que vamos regularizar Nova Casa Verde, em respeito ao povo que aqui reside e investe. Nenhum outro prefeito esteve mais atento e presente na vida desta comunidade. Vamos, dentro de 60 a 90 dias, regularizar o distrito industrial, para atrair empresas, vamos iniciar a pavimentação asfáltica de várias ruas com apoio de parlamentares e do Governo do Estado e preparar para que este Distrito tenha todos os requisitos para que torne, num futuro não distante, um importante município na região”, discursou o prefeito.

Além dos secretários municipais Hernandes Ortiz (SEMADI) e Valter Valentim (Administração), estiveram presentes o presidente da Câmara Vailton Amarelinho, os vereadores João Dan, Airton Castro, Ricardo Lima e Deildo Piscineiro. O ato também foi prestigiado pela presença de autoridades militares tanto do Distrito, quanto da sede do município, além da gerente da subprefeitura Ana Maria Galhardi e o Assessor do Governo Estadual para a região do Vale do Ivinhema, Márcio Pezão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.