Buscar

Problemas estruturais - Membros da Escola Moura Andrade recorrem ao Legislativo e ao Executivo em busca de melhorias

Salas de madeira da primeira escola de Nova Andradina não estariam mais em condições de uso

Nesta sexta-feira (04), uma reunião entre representantes da Escola Municipal Antônio Joaquim de Moura Andrade e lideranças dos poderes Executivo e Legislativo de Nova Andradina teve como objetivo tratar de providências com relação à resolução de problemas estruturais na unidade de ensino.

Conforme apurado pelo Nova News, a Escola Moura Andrade, que é a primeira do município, conta com quatro salas de madeira que, segundo representantes da unidade de ensino, não estariam mais em condições de uso.

Cb image default
Membros da unidade de ensino pedem providências com relação à estrutura física da escola - Imagem: Nova News

Procurada pelo Nova News, a direção da instituição de ensino disse que tem sido cobrada pelo Corpo de Bombeiros com relação à pintura antichamas nas paredes de madeira, bem como a troca do forro de madeira por PVC, instalação de hidrantes e colocação de placas sinalizadoras.

Além disso, a Vigilância Sanitária também não estaria vendo com bons olhos a situação da escola, que enfrenta goteiras e infiltrações. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) é outra entidade que teria sugerido a manutenção do prédio.

“Não temos um laudo técnico em mãos, mas com nosso olhar de leigo percebemos que a estrutura das salas não está boa. Há vigas empenadas, uma das comunheiras está desencaixada e outros sinais de que o imóvel não está mais em boas condições de utilização”, disse a direção.

O Nova News apurou também que, pelo menos, desde 2017 são solicitadas melhorias nas salas de madeira da Moura Andrade, porém, até o momento, com exceção de uma pintura, não houve a realização de nenhum reparo ou manutenção no espaço utilizado por cerca de 200 estudantes em dois períodos, sendo sete turmas da própria escola e mais uma turma de apoio que atende estudantes de toda a rede.

Cb image default
Salas de madeira, embora pintadas por fora, estariam com sérios problemas em sua estrutura - Imagem: Nova News

Recentemente, representantes da escola solicitaram uma reunião com o presidente da Câmara Municipal, Amarelinho, que recebeu a demanda. Já nesta sexta-feira (04), foi realizada uma reunião com o prefeito Gilberto Garcia para se solicitar providências.

Conforme informado pela direção, foi analisada a possibilidade de se edificar novas salas em um espaço vago no pátio e proceder a desativação da parte construída em madeira.

Um orçamento inicial teria estimado o gasto de cerca de R$ 250 mil com a obra, sendo que, a Câmara Municipal teria se comprometido a repassar metade do valor enquanto o Poder Executivo arcaria com a outra parte. Também seriam construídas coberturas de acesso ligando os pavilhões até a quadra de esportes, o que facilitaria a circulação dos alunos em dias de chuva.

Embora o acordo celebrado na reunião tenha sido verbal, os representantes da unidade educacional acreditam que, nos próximos meses, as obras devem ser iniciadas, sendo que, para isso, é necessária a tramitação burocrática, como a oficialização do orçamento e realização de processo licitatório.

A reunião desta sexta-feira (04) contou com a presença da diretora da escola, Simone Marques; da presidente do Colegiado Escolar e coordenadora pedagógica, Suzana da Silva Sousa; do membro do Colegiado, Aline Santana; da presidente da Associação de Pais e Mestres, Ana Cláudia Francisco; da tesoureira da Associação de Pais e Mestres, Valdinéia do Prado; do prefeito Gilberto Garcia; do presidente da Câmara Municipal, vereador Amarelinho; do primeiro-secretário da Casa de Leis, vereador Robertinho Pereira; do secretário de Educação, Fábio Zanata; e do secretário de Infraestrutura, Júlio César.

Com a chegada do fim de semana, o Nova News não conseguiu contato com representantes dos poderes Executivo e Legislativo para apurar, de fato, o que será feito com relação à demanda da Escola Moura Andrade, porém, na segunda-feira (07), o site realizará mais levantamentos com relação ao caso.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.