Buscar

Procon de Nova Andradina faz alerta a respeito dos presentes para o Dia das Crianças

Produtos devem ter o selo de qualidade do Inmetro e ser compatíveis com a idade das crianças para evitar acidentes

A Superintendência de Proteção de Defesa do Consumidor (Procon) de Nova Andradina alerta a população com relação às compras para o Dia das Crianças. Segundo o coordenador local do Procon, João Ramos da Silva Júnior, as pessoas devem estar atentas na hora de efetuar as

compras dos produtos para evitar transtornos.

“O cliente precisa estar calmo e bastante atento no momento das compras para evitar surpresas desagradáveis”, alerta. “A primeira recomendação é sempre exigir a nota fiscal do produto, pois somente este documento prova que houve uma relação de consumo entre o vendedor e o comprador e é indispensável em caso de eventuais problemas”, recomenda.

Imagem: Acácio Gomes/Nova News

Brinquedos

Sua primeira recomendação é com relação aos brinquedos. De acordo com ele, as pessoas que pretendem presentear as crianças devem ficar atentas quanto à presença do selo do Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro) que garante a qualidade do produto. Outro quesito que deve ser observado é a faixa etária a que o brinquedo está destinado.

“Existem brinquedos com peças pequenas que podem facilmente se soltar e ser engolidos pelas crianças. Há também produtos com partes pontiagudas que podem causar ferimentos caso não sejam utilizados da forma correta. Nas etiquetas ou selos há sempre a indicação da idade da criança a que aquele brinquedo está destinado”, avisa ele.

Outro ponto importante é com relação aos kits de maquiagem infantil. O coordenador do Procon informa que uma criança jamais deve usar perfumes, maquiagem  ou cosméticos destinados a adultos, o que pode provocar alergias e outras complicações. Nas palavras dele, o correto é recorrer a marcas conhecidas que já dispõem de linhas especiais para crianças.

Outros produtos

Júnior afirma que, a exemplo do que acontece com os brinquedos, todos os produtos vendidos em lojas, seja calçados, confecções ou eletrônicos, não estão cobertos pela possibilidade de troca ou arrependimento, por este motivo, o cliente deve observar a qualidade, as características e testar o objeto da compra ainda na loja e só adquirir se realmente estiver certo de aquele é o produto desejado.

Imagem: Acácio Gomes/Nova News

“Apenas nas compras feitas em casa, seja pela internet, por vendedores que vão de porta em porta ou através de catálogos, a pessoa tem prazo de sete dias para desfazer a negociação caso perceba que o produto recebido não atende às suas expectativas, porém, quando o cliente sai de casa e vai até a loja, o arrependimento não é possível”, alerta o coordenador do Procon.

Compras pela internet

Ao efetuar uma compra pela internet, o cliente precisa tomar vários cuidados, entre eles, saber se o site em que realiza a negociação é confiável. Para isso, ele pode fazer uma pesquisa no portal

www.consumidor.gov.br, onde também é possível efetuar reclamações, sem necessariamente ter que se deslocar até uma unidade do Procon.

         Site é importante ferramenta para auxiliar o consumidor - Imagem: Reprodução

Outra dica é ficar atento aos preços dos produtos. “Jamais um produto que custa R$ 1 mil nas lojas da cidade poderá ser vendido pela metade do preço na internet. Não existe mágica! É preciso ficar atento para não se tornar vítima de golpes ou de pessoas mal intencionadas”, afirma ele.

Compras a prazo

O coordenador Procon pede aos consumidores que fiquem atentos com relação às compras a prazo para evitar possíveis armadilhas. “Há lojas que reduzem o valor das parcelas, mas aumentam o preço final do produto. No fim das contas, a pessoa estará pagando quase duas vezes o valor do bem consumido”, afirma Júnior.

Serviço

O Procon de Nova Andradina funciona na Rua Walter Hubacher, 1.368, anexo ao Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador (Ciat). O telefone para contato é (67) 3441- 4325 ou 151.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.