Buscar

Professor do curso de História da UFMS lança livro na próxima terça-feira (20)

O livro trata das possibilidades de interface entre História e Literatura para a construção do conhecimento

Cb image default
Ricardo Oliveira da Silva, professor da UFMS - Foto: Aline Teodoro

Na próxima terça-feira (20) acontece no Campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) de Nova Andradina (CPNA), o lançamento do livro História e Literatura: abordagens interdisciplinares, obra organizada por Ricardo Oliveira da Silva, professor do curso de História da instituição, e por Fabrício Antônio Antunes Soares, professor de História na Universidade de Passo Fundo (UPF), no Rio Grande do Sul.

O livro trata das possibilidades de interface entre História e Literatura para a construção do conhecimento, possui prefácio escrito por Carlos Henrique Armani, docente de História na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e os seguintes capítulos:

Fabrício Antônio Antunes Soares escreve Entre a historiografia e a literatura: a imaginação, texto onde aborda as relações entre a imaginação, a historiografia e a literatura.

Ricardo Oliveira da Silva apresenta o livro Literatura como missão: considerações sobre história, literatura e historiografia, uma reflexão sobre o papel da literatura na construção do conhecimento histórico tendo como referência a obra do historiador Nicolau Sevcenko.

André Cechinel, professor na área de Educação, na UNESC analisa a presença da teoria literária nas esferas da crítica em O império da Teoria (literária) e a literatura ausente.

Carlos Alberto Sampaio Barbosa, professor em História na UNESP, em Assis (SP), reflete sobre a literatura, a história e a fotografia com base na obra literária do mexicano Juan Rulfo no capítulo Entre a pluma e a câmara: literatura, fotografia e história em Juan Rulfo.

Fábio da Silva Sousa aborda em “E depois se desencadeia a tormenta de merda”: ficção, história e horror em Noturno do Chile, de Roberto Bolaño, a mescla entre história e literatura para tratar da ditadura implantada no Chile por Augusto Pinochet no ano de 1973.

Jaisson Oliveira da Silva, professor na rede pública em Lajeado (RS) propõe uma leitura da historiografia e da literatura a partir do projeto hermenêutico de Paul Ricœur no capítulo Ricœur e os caminhos entre a literatura e a historiografia: metáfora, narrativa e ética.

Leandro Goya Fontella (professor do Instituto Federal Farroupilha, Campus São Borja/RS) problematiza o contato dos povos indígenas com os euro-americanos em A indianização dos colonizadores: uma reflexão sobre o processo de contato entre sociedades indígenas e euro-americanas a partir da narrativa ficcional de Dança com Lobos.

O lançamento do livro será aberto ao público em geral e terá início às 20h30min na biblioteca do Campus de Nova Andradina da UFMS, com palestra de Ricardo Oliveira da Silva e de Fábio da Silva Sousa, docente e coordenador do curso de História da UFMS/CPNA.

Cb image default

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.