Buscar

Promotor eleitoral alerta população de Nova Andradina

A eleição deste domingo será acompanhada de perto pelo Ministério Público Eleitoral, Polícia Militar, Polícia Civil e DOF

O promotor da Justiça Eleitoral de Nova Andradina, Fabrício Secafen Mingati, disse ao Nova News acreditar que as eleições deste domingo (05) devem ocorre de forma ordeira. Segundo ele, a expectativa do Ministério Público Eleitoral e da Justiça Eleitoral é de que as próximas eleições transcorram com muita tranquilidade. “Não houve, até o momento, incidentes significativos e todas as determinações da Justiça Eleitoral foram, no geral, atendidas pelos candidatos. De qualquer forma, no dia das eleições, a fiscalização para evitar propagandas irregulares e crimes eleitorais será redobrada”, disse ele, ao lembrar que diversas equipes da Polícia Militar, Força Tática, Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Polícia Civil e Ministério Público estarão nas ruas para inibir qualquer irregularidade e garantir o bom andamento dos trabalhos.

Imagem: Veja 

Nas palavras do promotor Fabrício Mingati, as denúncias sobre propaganda irregular ou crime eleitoral poderão ser feitas, desde já e inclusive no dia das eleições, nas dependências do Cartório Eleitoral e no Ministério Público Eleitoral ou através dos telefones (67) 3441-1789/3441-4155 (Cartório Eleitoral) (67) 3441-1840/3441-5762 (Ministério Público). As denúncias também podem ser feitas pela internet, através da página do Tribunal Regional Eleitoral, www.tre-ms.jus.br, no campo WEBDENÚNCIA, e não precisam ser identificadas, preservando assim a identidade de quem pretende colaborar com a Justiça Eleitoral denunciando supostas irregularidades. 

Veja também
  • Eleitor pode treinar votação através de simulador pela internet
  • 8º BPM de Nova Andradina prepara Operação Eleição 2014
  • Cartório Eleitoral Divulga os locais de votação  nas cidades  de Taquarussu, Batayporã e Nova Andradina 

Questionado sobre o que pode ocorrer com as pessoas flagradas cometendo algum tipo de crime eleitoral, o promotor explicou que, em caso de flagrante de crimes eleitorais, os responsáveis serão encaminhados para as dependências do Ginásio Municipal de Esportes e, após, à 1ª Delegacia de Polícia Civil para a confecção do boletim de ocorrência. Em caso de crimes mais leves, serão liberados ao final da votação e, em caso de crimes mais graves, permanecerão presos até o pagamento de fiança ou concessão de liberdade provisória pela Justiça.

Sobre a importância de exercer o direito ao voto, Fabrício Secafen Mingati disse que é importante escolher os representantes com coerência. “Votem com consciência. Escolham seus candidatos levando em conta o que já fizeram em sua vida privada e pública. Não vendam seu voto, pois assim estarão entregando o seu futuro e o de seus filhos nas mãos de quem não merece. E nunca abram mão de participar da vida política do país. Como disse o filósofo Platão, ‘O preço a pagar pela tua não participação na política é seres governado por quem é inferior’”, afirmou o promotor eleitoral.

O representante do Ministério Público Eleitoral explicou ainda que é importante que os eleitores escolham horários com menos movimento para evitar filas e tumultos nas seções. “Após votarem, é prudente que retornem para suas residências, evitando a permanência nas ruas. A venda de bebida alcoólica e o seu consumo em via pública, no dia das eleições, até as 17h, são proibidos. Além disso, o eleitor não deve se esquecer de levar os documentos necessários para confirmação de identidade (oficial e com foto), juntamente com o título eleitoral”, finaliza. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.