Publicado em 21/01/2015 às 11:18, Atualizado em 26/04/2017 às 11:43

Representantes dos trabalhadores do Independência se pronunciam sobre demora nos acertos

Expectativa é de lista com nomes de ex-funcionários, valores e data em que eles receberão os acertos seja divulgada nos próximos dias

Acácio Gomes, Redação Nova News

Após publicação de reportagem sobre os ex-funcionários do Frigorífico Independência, que aguardam a cerca de sete anos pelos acertos trabalhistas, o Nova News se reuniu, na manhã desta quarta-feira (21), com o presidente do Sindicato dos Condutores de Veículos em Transporte Rodoviário de Nova Andradina (Sindicon), Almir Roberto dos Santos, para obter informações sobre o andamento do processo com relação aos ex-colaboradores da Transportadora Krakatowa, empresa que também fazia parte do Grupo Independência.

Segundo Almir dos Santos, do total de motoristas que atuavam na transportadora, cerca de 40 pessoas, filiadas ao sindicato, são representadas pela entidade. “O sindicato tem a obrigação de representar apenas aqueles que são filiados. Com relação aos motoristas que não eram associados, entendemos que eles devem ter procurado advogados particulares ou outros meios de representação”, explicou Almir, ao dizer que o Sindicon está empenhado em apurar o andamento do processo. “Esta é uma causa ganha para os trabalhadores”, disse ele.

Presidente do Sindicon afirmou que dará retorno ao site sobre o processo (Foto: Acácio Gomes/Nova News)

Ainda nas palavras do presidente, até o momento, o setor jurídico do sindicato ainda não relatou a existência de novidades sobre o caso. Informado pelo Nova News sobre o edital publicado pela Justiça de Cajamar (SP) no dia 03 de dezembro de 2014, onde, segundo o cartório do Fórum daquela Comarca, consta a relação de trabalhadores que devem receber os valores até um determinado teto, ele se comprometeu a manter contato com o advogado responsável e informar o site sobre o andamento do processo.

“De fato, em 2013, o sindicato foi comunicado pela Justiça, a habilitar as partes do processo, em outras palavras, atualizar os dados dos credores, como endereço, telefone e conta bancária para depósito dos valores. Creio que esta solicitação foi feita para preparação deste último edital publicado em dezembro de 2014. Os recessos de fim de ano, adotados pela Justiça e por vários setores públicos, devem ter atrasado os trabalhos e por isso o Sindicon ainda não recebeu nenhuma notificação, mas vamos acionar o setor jurídico para saber das novidades”, explicou.

O Nova News apurou que de todos os ex-funcionários do Independência, um grupo de trabalhadores é representado pelo Sindicon, de quem o site aguarda novo contato para atualização das informações. Outra parcela dos credores tem como representante o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Nova Andradina e Região (Stiana) e uma terceira parte tem como procurador o advogado Lécio Gavinha, além de alguns ex-funcionários que podem ter preferido adotar outros representantes.

Ex funcionários do Grupo Independência aguardam há quase sete anos por acerto (Foto: Arquivo/Nova News)

Com relação ao grupo do advogado Lécio Gavinha, esta semana, o site manteve contato com o escritório onde ele atua e recebeu a informação de que ele está em viagem. Na manhã desta quarta-feira (21), uma funcionária da advocacia manteve contato com a redação para informar que Gavinha permanece ausente, mas que disse, por telefone, que pretende se reunir com o Nova News na próxima semana, em data que deverá ser agendada após seu retorno, para tratar do assunto.

Na tarde de terça-feira (20), a redação do site também havia mantido contato com o presidente do Stiana, Sérgio Ventura Miller, que, a exemplo do presidente do Sindicon, afirmou que conversará, nos próximos dias, tanto com o setor jurídico da entidade, bem como com outros advogados engajados na causa, em busca de novas informações sobre o processo que corre pela Justiça de Cajamar (SP). “Queremos ter acesso a este edital a fim de informar os ex-funcionários sobre quando e quanto cada um deles vai receber”, disse Miller.

Presidente do Stiana, Sérgio Miller, disse que manterá contato com advogados (Foto: Acácio Gomes/Arquivo/Nova News)

O edital

Na manhã de segunda-feira (19), o Nova News manteve contato telefônico com o cartório do Fórum da Comarca de Cajamar (SP) e obteve a informação de que, no dia 03 de dezembro de 2014, foi publicado edital com a relação dos trabalhadores, bem como seus dados bancários, para que sejam efetuados os depósitos.  A servidora responsável pelo cartório explicou que, neste primeiro momento, deve ser efetuado o pagamento dos trabalhadores até determinado teto, já os credores que possuem valores mais elevados a receber ficarão para uma próxima etapa.

Imagem: Reprodução/TJ-SP

Entenda o caso
  • Ex-funcionários do Independência aguardam há sete anos por acertos trabalhistas

Mesmo com esta informação, a funcionária disse que, devido ao processo exigir senha para ser acessado, não seria possível, por parte daquela repartição pública, definir, no momento, os valores que deverão ou não ser pagos inicialmente e, tampouco, a data em que os trabalhadores terão acesso à quantia. Ela disse que apenas o advogado dos trabalhados teria acesso ao edital com a lista de nomes daqueles que devem receber os valores.