Buscar

Sem fechamento do balanço quadrimestral, negociações entre Simted e Prefeitura seguem sem definição

Principal avanço: Prefeito concorda com a reformulação da tabela do plano de cargos e carreira dos professores da rede municipal

O setor de finanças da Prefeitura ainda não fechou o balanço das contas do primeiro quadrimestre de 2018, diante disso, as negociações sobre o reajuste salarial entre o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Simted) Nova Andradina, Edson Granato, e o prefeito Gilberto Garcia seguem sem definição. Na próxima semana, nova reunião está agendada.

Nesta terça-feira (8), mais uma reunião foi realizada entre as partes no gabinete do Paço Municipal. Segundo Granato, o governo informou que ainda não concluiu o balanço quadrimestral que permite avaliar com precisão a situação financeira do município e os repasses dos recursos do Fundeb.

“Sem essas informações, não é possível avaliar o comprometimento da folha salarial no orçamento e a possibilidade do poder público municipal absorver a recomposição. Continuamos em compasso de espera até o governo oficializar uma proposta de reajuste salarial”, esclareceu o presidente do sindicato.

O Sitemd reivindica um aumento de 7% aos professores da rede municipal, baseado no reajuste do piso nacional (que foi de 6,81%).

Cb image default
Prefeito Gilberto Garcia recebeu o presidente do Simted em seu gabinete - Foto: Assessoria

Se por um lado não está definido o índice de aumento na folha de pagamento dos trabalhadores, o prefeito assinalou que concorda com a reformulação da tabela do plano de cargos e carreira dos professores da rede municipal. No entanto, a proposta também esbarra no cálculo do impacto da folha, na lei de responsabilidade fiscal e a isonomia salarial.

Em março, durante a rodada de negociações, Granato apresentou uma nova tabela reivindicando a carreira inicial dos professores conforme a lei do piso nacional, que começa com o magistério. Os profissionais da educação receberiam o índice de reajuste salarial aprovado para todo o funcionalismo municipal e teriam um complemento, de acordo com o nível de formação do profissional (graduação, pós-graduação e mestrado).

“Se a arrecadação do Fundeb se mantiver nos níveis atuais, que está em R$ 2,4 milhões/mensais em 2018, existe a possibilidade do governo municipal atender à reivindicação dos trabalhadores em educação. O prefeito solicitou que aguardemos o fechamento do trimestre para verificar se a tendência de aumento se mantém e verificar se há possibilidade de aprovar nosso pedido”, comentou.

Houve avanços significativos em outros itens que também fazem parte da pauta de reivindicações como a construção da entrada do Jardim Tropical e pavimentação asfáltica do bairro, plano de saúde e outros, que já foram acordados e aprovados durante as negociações. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.