Buscar

Sem vaga para transferência, vítima de acidente na MS-134 segue à espera de cirurgia 

Rapaz está com fratura na coluna e precisa passar por procedimento cirúrgico que só é feito em Dourados ou Campo Grande

Uma das vítimas do acidente que envolveu um caminhão e uma carreta na MS-134, entre Nova Andradina e Batayporã, na última terça-feira (22), segue internada no Hospital Regional de Nova Andradina. Segundo a irmã da vítima, Mayani Meirelles, o rapaz necessita urgentemente da realização de uma cirurgia na coluna cervical, no entanto, o procedimento cirúrgico só pode ser realizado nas cidades de Dourados ou Campo Grande, e a luta  por uma vaga está cada vez mais difícil.

Imagem: Divulgação/Facebook

Mayani usou as Redes Sociais para pedir ajuda. Através de uma publicação, a moça contou a situação de Maurício Meirelles. Segundo ela, o rapaz fraturou a coluna e sem poder se mover, segue internado no Hospital Regional de Nova Andradina. Em sua postagem, a jovem pede que as pessoas compartilhem a foto para que o pedido de ajuda possa chegar até alguém que consiga prestar algum tipo de ajuda. Até o fechamento da matéria, a publicação de Mayani já contava com 905 compartilhamentos.

Saiba mais
  • Caminhão invade pista contrária e bate de frente com carreta na MS-134

O Nova News manteve contato com a direção do Hospital Regional para apurar como está o andamento do procedimento de transferência de Maurício Meirelles. De acordo com o diretor do HR, Tito José, desde que o rapaz deu entrada na unidade, ele e a família têm recebido os cuidados necessários, porém, a junta médica aguarda a abertura de vaga e autorização da central para que o paciente seja encaminhado para outro hospital.

“O rapaz está mesmo com uma fratura na coluna e precisa ser operado. O HR está dando todo o suporte necessário até que surja uma vaga em Campo Grande ou Dourados. Estamos enviando pedidos de vagas três vezes ao dia, mas dependemos da autorização da Central. Tudo que podemos fazer estamos fazendo”, disse Tito José.

O acidente ocorreu na última terça-feira (22), na MS-134 -  Imagem: Marcio Rogério/Nova News

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.