Buscar

Sessão solene em homenagem ao Dia das Mães foi marcada pela emoção

A sessão solene realizada na Câmara de Nova Andradina em homenagem ao Dia das Mães foi marcada por muita emoção. Lágrimas rolaram e o sentimento da maternidade falou mais forte na noite desta quinta-feira (7).

Proposta pelo presidente da Casa, Cido Pantanal, a solenidade foi aberta com a leitura bíblica feita pelo Pastor Roger Luiz Meireles Bazzano seguida da apresentação de Alex Costa e grupo vocal da Igreja Adventista, que deixaram sua mensagem de amor e carinho a todas as mães presentes em forma de música.

O músico Adriano Lins abrilhantou a noite e emocionou o público presente com as canções que interpretou. Ao todo, foram homenageadas 13 mulheres – uma delas escolhida pelo casal Hashioka –, onde foram exaltadas por seus valores enquanto mulheres e chefes de família, além de serem reconhecidas pelo poder que cada uma tem de gerar a vida e de ser polivalente no dia-a-dia.

Muitas passaram por dificuldades, porém não desistiram e são exemplos de coragem e persistência em nome de um amor incondicional e notável. A história de cada uma das homenageadas foi levada aos convidados, seguida pela entrega das homenagens.

Cada vereador, a sua maneira, descreveu sua agraciada de forma emocionante. A simplicidade foi o ponto forte da solenidade, uma vez que não havia ego ou superioridade entre as convidadas, e sim igualdade. O Plenário Sidney Sanches ficou lotado com a presença de familiares e amigos das homenageadas.

O prefeito Roberto Hashioka, no ato representado pelo secretário de Finanças e Gestão, Arion Aislan deixou sua mensagem parabenizando todas as mães pelo o seu dia e ressaltou que todas elas são seres especiais na vida de qualquer pessoa.

Cido Pantanal começou seu discurso agradecendo a presença de todos e lembrou sua mãe como exemplo de luta e de como a mesma batalhou pra criar seus filhos, assim como a maioria das mães de família.

“Não poderia deixar de homenagear e reconhecer o valor de quem tem o poder de gerar uma vida, de dar a luz a uma criança, de doar-se por inteiro e de ser polivalente por toda uma existência”, enfatizou.

Entre as autoridades presentes estava a comandante do 3º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros de Nova Andradina, Major Tatiane Dias de Oliveira Inoue, que compôs a mesa de autoridades.

Imagens: Murilo Destefani/CMNA

As homenageadas:

Maria Neumann Jusselino de Almeida foi a indicada do vereador Adriano Palopoli.  Mãe de três filhos, Maria cuidou e educou sozinha dos filhos, onde assumiu todas as funções dentro do lar como figura de pai e mãe.

Fátima Lazarini foi a homenageada do Valmirá do Pax. Ela foi indicada por ser exemplo de garra e coragem de criar os três filhos sozinha. Dona Fátima já trabalhou como empregada doméstica, professora na zona rural, foi vendedora e hoje tira seu sustento do trabalho de lavar túmulos no cemitério Santa Bárbara.

Maria Gomes Batista, de 105 anos de idade, foi a escolhida do vereador Newton Luiz de Oliveira (Nenão), que no ato foi representado pelo vereador Robertinho Pereira. Dona Maria tem um casal de filhos, ambos foram criados com muito esforço de mãe comprometida com o dever de amar, educar e ensinar o caminho do bem.

Célia de Araújo Barbosa é mãe de Pedro e Débora e avó de João, de nove meses. Ela foi a indicada de Quemuel de Alencar por ser uma mulher que acreditou no amor de Deus para o resgate do filho que entrou no mundo das drogas. Célia e o marido, o pastor Giroldo Barbosa, encontraram em Nova Andradina um lugar de cura e libertação do filho.

Neliane Guimarães dos Santos Vilalba foi a homenageada do vereador Robertinho Pereira. Casada com Aldonso com quem teve três filhos, para ela a família que construiu é seu maior legado. Técnica em enfermagem no CEM, Neliane acredita que Deus a colocou no lugar certo, pois ama a profissão, sem contudo esquecer sua tarefa como mãe e esposa.

Kuniko Anzai, ou dona Neide como é mais conhecida, é uma autêntica mãe do lar, dedicada, esposa companheira e cidadã responsável. Com coração sempre pronto a receber as pessoas, além dos filhos biológicos Mônica, Rosângela e Gláucia (in memorian) teve no vereador Valter Yasunaka um filho do coração. Pelo carinho, respeito e gratidão que sente por ela é que o vereador a escolheu para homenagear.

Sandra Aparecida Costa Campus foi a agraciada de Vicente Lichoti. Ela é exemplo de mãe, já que é modelo de doação em prol à vida e do amor. Forte e batalhadora, Sandra não mede esforços para proporcionar o melhor para seus filhos, em especial a Luiz Cláudio, que nasceu com “distrofia muscular merosina negativa”, uma doença degenerativa progressiva que compromete a força muscular e a funcionalidade do corpo.

Jane Maria Maia foi escolhida pelo vereador Sandro Hoici para ser homenageada na noite desta quinta-feira por sua dedicação, trabalho e amor à família. Natural de Campos dos Goitacazes/RJ, ela chegou em Nova Andradina no ano de 1977. Genitora de Alexandre, Guilherme, Frederico e Thaís, Jane é uma mulher de competência profissional e zelo de mãe.

Maria das Graças Medeiros foi agraciada por Marião da Saúde. Funcionária pública, ela é mãe dedicada, que para criar e educar suas filhas não hesitou em lutar com todas as forças para alcançar o objetivo de vê-las crescerem, se formarem e constituírem famílias.

Aparecida Henrique Martins foi homenageada pelo vereador Zé Bugre.  Sua trajetória é construída sobre alicerces sólidos. Hoje com 71 anos, dona Aparecida é uma mulher guerreira, que mesmo com as dificuldades que enfrentou na vida nunca deixou de amar e dedicar-se aos filhos.

Cleonice Lima de Oliveira, mãe do vereador Ricardo Lima foi homenageada por ele, por ser uma mulher de fibra, fé e autêntica em suas ações. Sempre presente na vida dos quatro filhos, dona Cleonice trata a todos com ternura, carinho e afeto em tempo integral, numa demonstração de amor incondicional, buscando sempre realizar os sonhos de cada um de seus filhos.

Josefa Soares de Oliveira foi homenageada pelo filho Cido Pantanal pela importância que tem em sua vida e principalmente na conquista de seus objetivos. Mulher de caráter, dona Josefa procura fazer de tudo para os filhos, netos e bisnetos, não medindo esforço. De personalidade firme, ela não deixa se levar por outras pessoas, quando quer algo para a sua vida enfrenta qualquer obstáculo.

Ida Merces Nascimento foi indicada pelo prefeito Roberto Hashioka e primeira-dama Dione Hashioka. Ela compartilha o amor de mãe e avó com mais 200 alunos assistidos pela Apae de Nova Andradina. Mércia, como é mais conhecida, veio para a “Cidade Sorriso” em busca de um lugar tranquilo para viver e, pela necessidade de inclusão da neta Maria Vitória aceitou o desafio de fazer a diferença e proporcionar mais qualidade de vida para quem é assistido pela entidade.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.