Buscar

Vara do Trabalho de Nova Andradina obtém 1º lugar no Estado em índice de gestão de desempenho

Unidade se destacou em avaliação nacional elaborada pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho do TST

Cb image default
Além do primeiro lugar, Vara de Nova Andradina fico na 143ª posição no país - Foto: Luciene Carvalho/Nova News

Não parando de ocupar uma posição de destaque no Estado, a Vara do Trabalho de Nova Andradina obteve nesta semana mais um importante mérito ao conquistar o 1º lugar no Índice Nacional de Gestão de Desempenho (IGEST), elaborado pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho do TST (Tribunal Superior do Trabalho).

Nessa quarta-feira (4) foi realizada uma correição ordinária na Vara pelo presidente e corregedor do Tribunal Regional do Trabalho, desembargador João de Deus Gomes de Souza. A unidade se destacou em todos os mesoindicadores, por colocação, na categoria de 1001 a 1500 processos nos quesitos acervo, celeridade, produtividade, taxa de congestionamento e força de trabalho.

Procurada pelo Nova News, a juíza titular da Vara, Neiva Márcia Chagas, expôs que celebra a conquista ao detalhar que Mato Grosso do Sul tem 26 varas implantadas e que a avaliação do índice subdivide em três categorias. “Mesmo com mais categorias, Nova Andradina é uma das cidades do interior do Estado que mais destaca, ficando apenas atrás de maiores centros como, por exemplo, Campo Grande e Dourados”, enfatizou. “Além de ser destaque no Estado, a Vara de Nova Andradina ficou na 143ª posição entre as cerca de 5 mil existentes no país.

Cb image default
Presidente e corregedor do TRT (ao centro) realizou correição na vara nesta semana; na foto com os juízes Alexandre e Neiva – Foto: Luciene Carvalho/Nova News

Obter o primeiro lugar na avaliação nacional recém-criada é, segundo a magistrada, atribuída à posição de destaque que a Vara já ocupa ao ter o maior índice de conciliação de 72% a nível de Estado e está entre as cinco do país. “Colocando em prática uma cultura de investir na conciliação, a nossa Vara sai na frente devido à quantidade de acordos celebrados que busca a solução de conflitos em um curto espaço de tempo. Quando um processo chega em nossas mãos, a principal preocupação é conciliar as partes para dar fim a um impasse que pode demorar até anos para ser tramitado, além ainda de trabalhamos hoje com uma média apenas de cinco dias para sentenciar um caso".

Cb image default
Juíza atribui conquista a trabalho em equipe desenvolvido na Vara - Foto: Luciene Carvalho/Nova News

Ao fim da entrevista, Neiva fez questão de destacar e elencar o nome dos servidores que compõem a sua equipe e são co-responsáveis no índice de primeiro lugar obtido. “É muito gratificante alcançar tal mérito. Estamos colhendo os frutos de um trabalho em equipe que dá resultado”, frisou a juíza.

Além da titular e do juiz substituto Alexandre Marques Borba, a equipe é formada da seguinte forma: Anizio de Souza Rocha, diretor de secretaria de vara; Alessandro Monteiro Pinheiro, assistente de juiz; Claudia Aparecida da Silva Chermont, assistente de juiz; Fernanda Guimarães Meilsmidth Santos, assistente de diretor de secretaria; Érica Silva Santos, secretária de audiência; Jocelim Teles da Silva Junior, secretário de audiência; Luciana Molina Rocha Hashioka, assistente; Ivone de Assunção Nogueira, auxiliar especializado; Juciabe Roque dos Santos, auxiliar especializado; Francine Daiane Linhares dos Santos, auxiliar judiciário; Alessandro Ferreira, analista judiciário, e; Diego Pires de Morais, estagiário.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.