Buscar

Viposa inaugura unidade industrial com anúncio de expansão e investimentos de R$ 50 milhões

A unidade industrial de classificação e divisão de couros da Viposa foi inaugurada nesta terça-feira (20), em Nova Andradina, região estratégica para aquisição de matéria-prima e distribuição de couro. Com a presença do proprietário Eduardo Seleme, prefeito Roberto Hashioka, secretário de Desenvolvimento Integrado Marcio Costa, do gerente da unidade Adriano Resende e também do secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, a indústria receberá novos investimentos, de acordo com o programa de expansão anunciado na solenidade.

Instalada no Distrito Industrial, em área de 4,5 hectares concedidos através do Programa de Desenvolvimento e Apoio à Industrialização, o Prodinan, a unidade tem 7.500 m² de área construída e opera com capacidade de classificação de 120 mil peças/mês, gerando ainda 100 empregos diretos. Os investimentos para instalação do curtume foram da ordem de R$ 12 milhões.

“A Viposa enxergou o potencial de Nova Andradina ao montar esta estrutura e projetar novos investimentos. Tudo isso, pela localização do município em um ponto estratégico logístico e também pelo arrojo do prefeito Roberto Hashioka, que nos colocou no projeto de crescimento de Nova Andradina”, elencou o gerente da unidade, Adriano Resende, que falou em nome dos diretores da empresa.

Unidade industrial da Viposa foi inaugurada durante as comemorações dos 58 anos de Nova Andradina (Imagem: Thiago Odeque/PMNA)

Para o prefeito Roberto Hashioka, a implantação da unidade industrial é uma grande conquista para o município. “Ao agregar valor à matéria-prima que temos na região e à forte estrutura frigorífica já consolidada, a Viposa confirma a posição de destaque de Nova Andradina no mercado produtor de couro bovino, além de se firmar como uma grande geradora de emprego”, ressalta.

De acordo com o programa de expansão da indústria, com a concessão de uma nova área já aprovada pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Integrado, com área de 5,3 hectares, a segunda fase do empreendimento entrará em operação com a industrialização de couros semi-acabados, iniciativa que irá gerar 400 empregos diretos e 200 empregos indiretos.

Para a terceira fase, em que o município se prepara para ser transformado em um polo calçadista, será instalada a indústria de calçados de segurança, que irá garantir a ampliação de postos de trabalho. Investimentos estes que totalizam, nas três fases, R$ 50 milhões. “O desenvolvimento da pecuária na nossa região abriu caminho para instalação das indústrias de couro, grandes propulsoras da nossa economia pela geração de divisas, ao posicionar o produto em nossa pauta de exportação e gerar empregos, fortalecendo o desenvolvimento de Nova Andradina”, destaca Hashioka, ao elencar a importância da atividade para o Mato Grosso do Sul.

 “Nova Andradina sente-se prestigiada com a operação da empresa por sua qualidade e envergadura na área de curtume, estando entre as três do país e, na área de calçados de segurança, entre as cinco maiores do Brasil”, reforça, enaltecendo ainda a recente certificação da Viposa, que a habilita a fornecer couro automotivo a todas as unidades industriais da marca BMW no mundo.

A inauguração da planta industrial também foi destacada pelos diretores Marcelo Seleme, Leandro Seleme, vereadores Adriano Palopoli, Quemuel de Alencar, Ricardo Lima, Valmirá e Valter Anzai, além de colaboradores da empresa e convidados. A inauguração da unidade, integrou as comemorações dos 58 anos de Nova Andradina.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.