Buscar

Workshop Por uma escola mais democrática: Pensando Masculinidade e Feminilidade é realizado em NA

Evento aconteceu no auditório da Prefeitura Municipal na última sexta-feira

Ação foi coordenada pela Defensoria Pública do Estado (Imagem: Natalho Cuer)

Na última sexta-feira (10) foi realizado no auditório da Prefeitura Municipal o Workshop “Por uma escola mais democrática: Pensando Masculinidade e Feminilidade”. A ação foi coordenada pela Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, através do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (NUDEM) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Coordenação Regional de Educação e Secretaria de Políticas Públicas para Mulher.

O Workshop teve como objetivo promover o debate entre os docentes sobre questões de igualdade de direitos, incentivando a mudanças de hábitos e buscando estratégia para concretizar referida igualdade nas atividades de rotina dos educadores e educandos.Espera-se com a ação a participação efetiva dos diretores, coordenadores pedagógicos e professores que foram indicados pelas Secretarias Municipais e do Estado. A secretária executiva de Políticas para a Mulher, Jozeli Chulli, ressalta que a escola é um lugar privilegiado para discutir tais questões. “Os professores têm sido importantes no combate em todos os tipos de violência e desigualdades de gênero. A escola é um ótimo espaço para que essas discussões sejam realizadas”, disse ela.

A defensora Drª Tatiana Maria Bronzato Nogueira, responsável pelo Workshop em Nova Andradina, agradeceu ao poder Executivo pela parceria. “A realização deste evento foi importantíssima, é muito bom estarmos juntos pela mesma causa. Estou à disposição para qualquer orientação e parceiras em outras ações” expôs.

Prefeito José Gilberto Garcia participou do encerramento do evento (Imagem: Natalho Cuer)

O prefeito José Gilberto Garcia participou do encerramento do evento e agradeceu a todos os presentes. “Diretores, coordenadores e os demais da sociedade civil, em especial a defensora Drª Tatiane, essa nossa parceria é muito importante principalmente nesta política de grande relevância que é a Secretaria de Políticas Pública para a Mulher. Durante o meu governo estarei sempre empenhado e apoiando essa secretaria no que for necessário para sempre realizarmos uma política com eficiência”, disse ele.

O secretário municipal de Educação, Cultura e Esporte, Fábio Zanata, aprovou a atitude. “Precisamos sim levar esse assunto até as escola pois infelizmente ainda vivemos em uma sociedade machista, apesar de termos evoluído em vários aspectos. Como garante nossa Constituição Federal, homens e mulheres são iguais perante a lei. O que faz homens e mulheres terem total igualdade em direitos e deveres. Infelizmente muitos de nossos alunos não conhecem essa realidade em seus lares, pois aprendem em casa que a mãe serve apenas para limpar e cuidar dos filhos, e isso faz com que essas crianças muitas vezes pensem que isso é normal. Precisamos mostrar a nossos alunos que a realidade é diferente e que as mulheres estão cada dia mais conquistando seu espaço junto à sociedade”, disse ele.

As atividades contam com a adesão da Defensoria Pública, Governo Municipal, Secretaria Municipal de Educação, Coordenação Regional de Educação, Secretaria Executiva de políticas para a Mulher, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Delegacia de Polícia Civil (DAM), Centro de Atendimento à Mulher (CAM), Legislativo, Coletivos de Mulheres e outros.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.