Buscar

Em SP, Avenged Sevenfold mostra que pode ser substituto para Iron Maiden

Em sua volta ao Brasil apenas seis meses após a apresentação no Rock in Rio, o Avenged Sevenfold lotou o Espaço das Américas na noite de quarta-feira (12), em São Paulo. Desde o início, quando abriu a apresentação com "Shepherd of Fire", deixou claro que o segmento mais mente aberta do show business norte-americano não está errado quando vê no quinteto um possível substituto para o Iron Maiden. Não por acaso, as duas bandas tocaram na mesma noite no festival carioca.

Ainda que a habilidade do Sevenfold para criar arranjos fique longe daquela que mostra o Maiden --e, apesar de ter metade da idade dos integrantes da banda inglesa veterana, os rapazes norte-americanos não têm a mesma agilidade no palco-- não prestar atenção ao Avenged Sevenfold é ficar parado no tempo.

Como acontece com o Iron Maiden há anos, o A7X --como também é conhecido-- tem uma plateia que canta junto não apenas as letras, mas também a melodia das canções. Qual outra banda de metal desta geração e estilo tem tantos hinos para 8.000 vozes, capacidade máxima do Espaço das Américas? Foi assim com praticamente todas as 15 músicas do set list. "Nightmare", um dos hits do grupo, foi uma das músicas que mais fez o público cantar alto.

O guitarrista Synyster Gates é um dos melhores de sua época e teve seu momento solo. Em um show de 1h45, bem mais longo que o do Rock in Rio, o A7X centrou forças em suas músicas mais pesadas para garantir a mesma aprovação que obteve no festival, e que já havia conseguido quando tocou em outro evento de porte, o festival SWU, em 2010. Desta vez em um lugar fechado, a prova de fogo veio sem a pirotecnia que a banda usa quando faz show em locais abertos.

Funcionou como um ritual de adoração. Da mesma forma que os antigos súditos presenteavam seus reis, fãs jogaram bandeiras do Brasil, um sutiã e até um ursinho de pelúcia para o vocalista M. Shadows.

O Avenged Sevenfold volta a se apresentar em São Paulo, no Espaço das Américas, no dia 20 de março. Antes, toca sábado (15) no Rio, domingo (16) em Brasília e quarta-feira (19) em Curitiba. A turnê termina em Porto Alegre, no dia 22.

Veja as músicas que o Avenged Sevenfold tocou em São Paulo

"Shepherd of Fire"

"Critical Acclaim"

"Beast and the Harlot"

"Hail to the King"

"Doing Time"

"Buried Alive"

"Seize the Day"

"Nightmare"

"Eternal Rest"

"Afterlife"

"This Means War"

"Almost Easy"

bis

"Unholy Confessions"

"A Little Piece of Heaven"

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.