Publicado em 29/03/2016 às 09:18, Atualizado em 26/04/2017 às 15:57

Sócio da Boate Kiss conta sua versão sobre a tragédia que chocou o Brasil

, R7
(Foto: Divulgação/Rede Record)

Com exclusividade, o sócio da boate Kiss, Elissandro Spohr, fala pela primeira vez na TV sobre a tragédia que matou 242 pessoas em janeiro de 2013, em Santa Maria (RS). Veja a entrevista completa com Gugu nesta quarta (30) às 22h30!

Na conversa, ele apresenta sua versão sobre o caso, se defende das acusações e fala sobre a tentativa de suicídio.

Foram meses de negociação até que ele concordasse com a entrevista.— Eu não sou assassino. De forma alguma eu quis que isso acontecesse!

Você vai saber por que ele nunca quis falar publicamente a respeito do assunto.

Em uma conversa direta, Gugu Liberato fez questionamentos importantes sobre um dos casos que mais abalaram o país. — Os extintores estavam lá?

 — Foi a primeira vez que a banda Gurizada Fandangueira utilizou fogos no local? A boate estava lotada acima do permitido?

Sobre os documentos que permitiam o funcionamento da boate, o sócio da Kiss garante: "a casa só estava aberta porque todos os órgãos responsáveis liberaram."

Qual é a versão de Elissandro para as acusações que sofre? Como foram os dias na prisão após a tragédia?

Na entrevista, as plantas da boate Kiss serão analisadas em detalhes.

Elissandro ainda vai esclarecer se tentou tirar a própria vida e as ameaças de morte que diz receber até hoje.

Por fim, qual o recado do sócio da Kiss aos familiares que perderam parentes?