Publicado em 05/03/2014 às 13:51, Atualizado em 26/04/2017 às 08:37

Yanna Lavigne: a mistura quente entre sushi e acarajé

FILHA DE UM JAPONÊS COM UMA BAIANA, ELA JÁ FOI MISS NO PAÍS DO SOL NASCENTE, E HOJE BRILHA NAS NOVELAS DA GLOBO

CQ Brasil,

Separemos a moça por partes, como faria um Jack Estripador da beleza. Os olhos são meio orientais, os lábios poderiam ser da Monica Bellucci ou até da Angelina Jolie, os cabelos rebeldes lembram Sonia Braga em Gabriela, na versão original, não no remake. Quem junta todos esses atributos, como um Frankenstein ao avesso, beldade multiétnica, é a atriz Yanna Lavigne.

Ela, que passou a adolescência em Nagoya, no Japão, ficou conhecida no Brasil após integrar o elenco da novela Salve Jorge, no papel da delicada Tamar. Agora, ganha destaque como Ana Fátima em Além do Horizonte, com um figurino mais do que minimalista: camisetas e shorts curtíssimos exibem suas belas curvas. Para acompanhar a nossa musa é preciso ter pique: na orla carioca ela gosta de patinar, pedalar e caminhar. “Nunca me vi como uma mulher sexy. Não sou de ficar paquerando. Mas sou muito natural, acho que é aí que minha sensualidade aflora”, diz a atriz de 24 anos.

Ela brinca que o segredo de sua boa forma é muito sushi e acarajé, suas comidas favoritas. A cintura e as belas pernas torneadas, as partes expostas pelas peças de roupa ínfimas da personagem Ana Fátima, são 100% naturais. Já os seios, quem se importa? Da ficção para a vida real, ela conta que gosta de dormir à vontade. "Nua?", perguntamos. "Aí fica por conta da imaginação de cada um", diz.

(Foto: André Nicolau)