Buscar

Chuva ameaça produção de soja e milho em Mato Grosso do Sul

(Foto: AproSoja/MS)

A Associação dos Produtores de Soja de Milho de Mato Grosso do Sul (Aprosoja-MS) prevê uma safra menor para o estado. As chuvas dos últimos dias vêm provocando perdas de até 100% dos talhões em algumas lavouras.

Com base nisso a associação revisou para baixo a safra do estado, que tinha previsão 7,4 milhões de toneladas, com risco de nem atingir o resultado do ciclo passado, quando foram colhidas 7 milhões de toneladas.

A situação é mais complicada no sul do estado, que responde por 60% da área de soja de Mato Grosso do Sul. Segundo a Aprosoja, áreas de soja em Ponta Porã, Aral Moreira, Laguna Carapã, Caarapó, Naviraí, Amambai e Maracaju estão alagadas e a qualidade da soja está comprometida.

O atraso na colheita também deve atrapalhar o plantio do milho safrinha. Até o momento, segundo Aprosoja, apenas 38% da área foi plantada, enquanto neste mesmo período do ano passado mais de 50% tinha sido semeada.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.