Buscar

Com queda nas vendas, imobiliárias recorrem a novas estratégias

Vender um imóvel nos dias de hoje não está tão fácil como em tempos de glória do mercado. Por isso, para driblar a crise e passar por cima das dificuldades criadas pelas novas regras dos bancos, além da falta de dinheiro no mercado, corretores criam estratégias para continuar vendendo em meio a crise econômica.

Para William Moraes, diretor administrativo do Sindimóveis/MS (Sindicato dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso do Sul), os corretores estãofazendo o possível para encaixar as vendas na atual realidade econômica de seus clientes.

“Facilidades como parcelar um imóvel em 48 vezes, ganhar a documentação ao assinar o contrato ou conseguir descontos atraentes no pagamento à vista são algumas formas utilizadas pelo mercado imobiliário”. De acordo com ele, todo o esforço é válido para que o mercado continue aquecido.

Com a tendência de melhorar a partir do segundo semestre deste ano, Moraes diz que a expectativa deste ano é ser melhor.

“Já está ocorrendo algumas melhoras nestes primeiros meses de 2016 que nos mostram que a economia irá girar e as pessoas ficarão menos receosas. Agora ninguém pensa em assumir nenhuma dívida porque há uma instabilidade financeira”

Com este objetivo de movimentar o mercado, a MRV promove de hoje (4) até domingo (6), o 1º Feirão de Imóveis, que tem como objetivo apresentar o novo lançamento Castelo di Napoli, com previsão de entrega em março de 2018.

Participando de um feirão imobiliário pela primeira vez, a recreadora Maira Alves ficou surpresa com os preços e a forma de pagamento.

“Está tudo dentro do meu orçamento e não imaginava isso. Como é a primeira vez estou conhecendo taxas e vendo como funciona, mas vim para tentar realizar meu sonho que é ter o meu próprio apartamento”.

O gerente de vendas da MRV Engenharia, Murilo Barros, diz que a expectativa é que sejam realizados 100 atendimentos ao dia.

“A procura está dentro que esperávamos neste primeiro dia, mas é claro que sábado e domingo o público acaba sendo maior”. O feirão acontece no estacionamento do Comper da Avenida Tamandaré e Avenida Euler de Azevedo. O atendimento no domingo (06), das 9h às 20h.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.