Publicado em 07/03/2016 às 09:19, Atualizado em 26/04/2017 às 15:43

Exportações de celulose em janeiro geram US$ 491 milhões e aumentam 16%

, Painel Florestal

Dados Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) mostram que o setor florestal, relacionado às exportações, vem conseguindo vencer a crise.

Em janeiro deste ano, o valor registrado nas exportações de celulose atingiu US$ 491 milhões, contra US$ 423 milhões de janeiro do ano passado, gerando uma variação positiva de 16,1%.

Agora, a celulose é o quarto produto na pauta de exportações, ficando atrás apenas do petróleo, milho e minério de ferro. A participação da celulose na pauta de comércio exterior do Brasil saltou de 3,1%, para 4,4%.

Dados do informativo Cenários Ibá (Indústria Brasileira de Árvores) mostram, ainda, que a receita de exportações de celulose, painéis de madeira e papel totalizou US$ 646 milhões, registrando um crescimento de 9,9% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o total foi de US$ 588 milhões.

O saldo da balança comercial do setor de janeiro é de US$ 555 milhões - um valor 23,1% maior na comparação com o mesmo período de 2015.

Em janeiro deste ano, o volume das exportações de celulose totalizou 959 mil toneladas, crescimento de 4,4% em relação ao mesmo período de 2015, quando foram exportadas 919 mil toneladas.

Em relação ao segmento de painéis de madeira, o volume exportado no primeiro mês do ano somou 54 mil m³, crescimento de 50% sobre o mesmo período do ano passado, quando as exportações foram de 36 mil m³.

As exportações de papel atingiram 156 mil toneladas no primeiro mês deste ano, volume 1,3% maior em relação as 154 mil toneladas exportadas no mesmo período de 2015.

No primeiro mês de 2016, a produção brasileira de celulose atingiu 1,6 milhão de toneladas, alta de 9,2% em relação ao mesmo período de 2015, quando foram produzidas 1,5 milhão de toneladas.

A produção de papel totalizou 849 mil toneladas em janeiro de 2016, volume 2,5% menor na comparação com 2015.

As vendas de papel no mercado doméstico em janeiro de 2016 atingiram 440 mil toneladas, crescimento de 2,6% em relação ao mesmo período de 2015.

No segmento de painéis de madeira, as vendas no mercado interno atingiram 462 mil m³, volume 19% inferior na comparação com o mesmo período do ano passado.