Buscar

Preço da gasolina chega a R$ 4,19 nos postos de Nova Andradina

Pesquisa do Procon Estadual aponta variação de quase 12% no preço do produto em Campo Grande

Imagem: Reprodução

Cb image default

Nesta sexta-feira (02), o Nova News constatou que o preço do litro da gasolina pode chegar a R$ 4,19 em Nova Andradina. Em contato com vários postos, a reportagem apurou que o preço tem assustado os condutores, uma vez que os gastos com combustíveis têm pesado no bolso do consumidor, no entanto os donos de postos não têm outra saída a não ser repassar os aumentos aos clientes.

Em uma das empresas pesquisadas, por exemplo, o litro da gasolina, que era vendido a R$ 4,15 no início da semana, chegou a esta sexta-feira (02) cotado a R$ 4,19. Já o etanol gira em torno de R$ 3,29 enquanto o óleo diesel é vendido a R$ 3,66.

Uma dica importante para o condutor é pesquisar antes de encher o tanque, pois há estabelecimentos que praticam preços mais moderados. O Nova News constatou que, em uma rápida pesquisa por telefone, era possível encontrar, nesta sexta-feira (02), em Nova Andradina, gasolina a R$ 4,09, etanol a R$ 3,25 e diesel a R$ 3,59.

Pesquisa do Procon em Campo Grande*

Pesquisa do Procon Estadual, divulgada nesta sexta-feira (02), aponta variação de quase 12% no preço da gasolina comum, sendo o menor preço encontrado a R$ 3,849 e o maior a R$ 4,309.

A pesquisa, a primeira do órgão envolvendo 77 estabelecimentos e que deve ser realizada trimestralmente, também traz dados sobre a gasolina aditivada, etanol, diesel e diesel-S10. No etanol a variação ultrapassa os 16%, sendo o menor preço de R$ 3,099 e o maior de R$ 3,599. O GNV, gás natural, traz uma das menores variações de preço com R$ 2,499 e R$ 2,559, respectivamente.

Marcelo Salomão, titular da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), destaca que o consumidor deve ficar atento aos preços praticados pelos estabelecimentos. “É importante que o consumidor pesquise antes de comprar. É uma forma dele economizar, fazendo ainda com que seu veículo rode gastando menos dinheiro com combustível”, aponta.

Salomão lembra ainda que o Procon Estadual, em parceria com técnicos da Agência Nacional de Petróleo (ANP), e agentes da Delegacia do Consumidor (Decon), realizam constantes verificações quanto à qualidade dos combustíveis comercializados. “Também é um direito do consumidor exigir o teste do combustível, que mede a proporção de etanol na gasolina, antes de abastecer, conforme resolução nº 9 de 2007 da ANP”, complementa.

A pesquisa completa pode ser conferida aqui. O Procon Estadual disponibiliza o número 151 e o Fale Conosco do site www.procon.ms.gov.br aos consumidores para informações e denúncias. (*As informações são da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.