Buscar

Preço de pescado chega a variar 200%, aponta pesquisa do Procon-MS

Procon-MS disponibiliza ainda o número 151 e o Fale Conosco para informações e denúncias

Imagem: Reprodução

Cb image default

O preço da sardinha inteira com vísceras caiu, em média, em comparativo com o ano passado. O preço médio do quilo passou de R$ 10,90 em 2017 para R$ 8,56 em 2018, representando uma queda de mais de 20%, conforme pesquisa que antecede o feriado da Semana Santa realizada pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS), ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), e divulgada nesta segunda-feira (26.3).

Na pesquisa geral deste ano, o menor preço da sardinha inteira com vísceras foi de R$ 5,49 e o maior de R$ 14,00, representando uma variação superior a R$ 155%. Os fiscais do Procon Estadual estiveram em 17 estabelecimentos de 7 a 12 de março.

Mesmo com a queda no preço da sardinha, a variação entre os preços dos peixes para a Semana Santa continua grande, chegando a mais de 200%, como no caso do filé de tilápia. Na embalagem de 1 kg, o menor preço encontrado foi de R$ 12,99 e o maior de R$ 39,99.

O pacu de cativeiro eviscerado foi encontrado a R$ 9,95 e R$ 25,50, respectivamente, com uma variação de mais de 155%. Já o quilo do bacalhau teve uma variação de 98% e a lasca de bacalhau variou em mais de 50%.

A pesquisa completa, com os preços coletados e endereços dos estabelecimentos, pode ser conferida no site do Procon ou nestes links: Pesquisa de peixes 2018 e Pesquisa de peixes_comparativo_2018.

O Procon-MS disponibiliza ainda o número 151 e o Fale Conosco do site aos consumidores para informações e denúncias.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.