Buscar

Com estádio lotado, final de campeonato em Batayporã mostra paixão de torcedor pelo futebol amador

BEC sagrou-se campeão quebrando a hegemonia do Esporte

Sabe aquele jogo que torcedor planeja a semana toda para ir ao campo no final de semana para torcer pelo time do coração?. Pois bem, isso aconteceu e não foi em algum jogo do Campeonato Paulista, Carioca e tampouco Brasileiro, mas sim, do Campeonato Amador de Futebol de Batayporã. Neste sábado (10) aconteceu a grande final da competição, mostrando que o futebol, mesmo sendo amador, é, sem dúvida, uma das grandes paixões do brasileiro. Os comentários que circularam pelas rodas de conversas e redes sociais levaram o nova News a acompanhar a partida e perceber que o jogo não era apenas uma pelada de final de semana.

Cb image default
Com belas jogadas, a partida deixou o torcedor ligado durante os noventa minutos, levando o campeonato a ser decidido nas penalidades - Imagem: José Almir Portela / Nova News

Pela terceira vez consecutiva, dois times, com nomes parecidos, protagonizaram, como diz no linguajar dos amantes do futebol “um jogaço de bola”.

Sabe aquela partida que você vai ao campo e diz que valeu a pena pagar o ingresso! No final do amadorzão de Batayporã apenas o ingresso foi diferente, pois entrada era franca, mas o jogo foi considerado eletrizante.

O time do Batayporã Esporte Clube (BEC) - nas cores vermelho e preto - enfrentou o Esporte Clube Batayporã (Esporte). Essa disputa marcou a terceira final consecutiva na competição protagonizadas pelas duas equipes, tendo o BEC vencido a última. 

Cb image default
O garoto Gabriel, torcedor do esporte, via o jogo por cima da cerca, sem perder um lance - Imagem: José Almir Portela / Nova News

A paixão pelas duas equipes levaram centenas de torcedores a lotarem as arquibancadas do Estádio Municipal Mohamad Mustafá. 

Uma hora antes da partida, os apaixonados pelas equipes amadoras já carregavam balões e outros adereços com as cores de suas equipes rumo ao local do jogo. 

Com arquibancadas lotadas, torcedores disputavam um espaço se acotovelando à beira do alambrado para não perder um lance da partida. 

Os gritos que vinha das arquibancadas davam o ritmo do jogo, transmitindo energia para as equipes. Fora de campo, centenas de técnicos e comentaristas, claro, amadores e torcedores, arriscavam seus palpites e, ao mesmo tempo, e por trás da cerca, eles tentavam passar, de sua maneira, instruções para os jogadores do time do coração.

O jogo

O primeiro tempo da partida teve domínio absoluto do Esporte, que chegava mais, criando as melhores chances e terminou a primeira parte da partida com a vantagem de 1 a 0. Vantagem esta que só não foi maior porque o goleiro China, do BEC, fez grandes defesas, desta forma, evitando um placar mais elástico.

No segundo tempo o BEC voltou melhor, conseguindo empatar a partida, levando a decisão para as penalidades, vencendo o jogo sagrando-se se campeão, quebrando a hegemonia do Esporte que vinha de uma sequência de duas vitórias em cima do BEC.

O que chamou atenção na partida, mesmo que em uma competição amadora, foi a qualidade técnica das duas equipes. Dentro de campo, ambos os times cumpriram à risca o esquema tático aplicado pelos seus respectivos técnicos. Era possível perceber claramente o desenho da partida, na qual as chances de gols para ambas as equipes eram criadas através de jogadas previamente vindas de um esquema de jogo.

Ao final da competição, pode-se perceber que se tratou de um jogo amador, porém, sem deixar nada a desejar com relação a algumas partidas profissionais.

Imagens: José Almir Portela / Nova News

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.