Buscar

Em jogo dramático, Brasil deslancha no fim e bate a Costa Rica em 1ª vitória na Copa

Com o placar de 2 a 0, a seleção brasileira conquistou a vitória apenas nos últimos minutos da partida

O coração faltou sair pela boca no jogo mais dramático do Brasil até agora. Pela segunda vez entrando em campo, a seleção deslanchou só no fim ao bater a Costa Rica em 2 a 0 na partida que terminou há pouco na manhã desta sexta-feira (22).

O primeiro gol só saiu aos 45 minutos do segundo tempo e o nome da vez voltou a ser de Felipe Coutinho. Alguns minutos depois sem ninguém esperar nos últimos instantes da prorrogação, Neymar Junior surpreendeu a nação brasileira e ampliou o placar.

Cb image default
Brasil venceu a Costa Rica com gols no fim; Neymar marcou o segundo (Henry Romero/Reuters)

Polêmica

Com 69% da posse de bola, o Brasil pressionou o jogo todo e teve um pênalti a favor anulado pelo VAR mas não conseguiu finalizar as jogadas de ataque contra os costarriquenhos.

O árbitro de vídeo voltou a ser motivo de polêmica em um jogo da seleção brasileira. Após as reclamações de falta no lance do gol da Suíça, na partida de estreia, em que o recurso de vídeo não foi utilizado, desta vez a revisão foi solicitada e acabou por anular um pênalti a favor do Brasil.

Pouco antes do 30 minutos do segundo tempo, Neymar recebeu livre pela ponta esquerda e foi tocado pelo zagueiro Gonzalez, da Costa Rica. O juiz holandês Bjorn Kuipers imediatamente apontou a marca do pênalti, mas, após ser alertado, consultou o vídeo e voltou atrás na decisão. Confira o lance:

Essa é a primeira vez na Copa do Mundo em que o árbitro de vídeo é usado para anular uma marcação de campo. Em todas as outras, o recurso foi utilizado para apontar algo que o árbitro não viu em campo ou reforçar a marcação.

Com a vitória, o Brasil conquista a vantagem do empate na próxima partida da rodada do grupo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.