Buscar

Ivinhema vence Operário, mas pênalti desperdiçado tira Azulão da semifinal

Após perder pelo placar de 3 a 1 no último domingo (10), jogando em casa, para a equipe do Operário de Campo Grande, nem o mais otimista torcedor do Ivinhema poderia prever que sua equipe poderia ao menos arrancar uma vitória no jogo de volta, que aconteceu na tarde desta quarta-feira (13) na Capital do Estado. Pois bem, a equipe venceu, devolveu o placar da última derrota, apresentou um bom futebol, mas ficou fora da próxima fase. Foi uma daquelas partidas para que os torcedores do Azulão, vibrassem, roessem as unhas, rezassem e, no final da partida, desligassem o radio para não ouvir mais nada sobre o jogo.

Com a vantagem de poder perder por até dois gols de diferença, a equipe operariana saiu na frente do marcador, mas após o gol, se viu acuada pelo Azulão do Vale, que conseguiu tirar toda a vantagem do Galo chegando aos minutos finais da partida vencendo pelo mesmo placar com que foi derrotado no domingo, ou seja, 3 a 1. Mesmo com o resultado favorável, o Ivinhema ainda precisava de mais um gol, pois com a melhor campanha conquistada ao longo da competição, a vantagem era da equipe da Capital.

Pênalti defendido pelo goleiro França que colocou Operário na semifinal do Sul-Mato-grossense (Imagem: Jed Vieira/Gazeta MS)

No último minuto da partida, os torcedores do Ivinhema passaram por um verdadeiro teste cardíaco quando, em um lance, o jogador do Azulão, Tiziu, invadiu a área e, na hora da conclusão, foi derrubado. O árbitro do jogo, Thiago Alencar Gonzaga, não titubeou,marcando pênalti para o Ivinhema.  Mutuca foi indicado pelo técnico Douglas para realizar a cobrança. Nesta altura, alguns locutores de rádio não conseguia conter a emoção e com as arquibancadas do Estádio Jacques da Luz, emudecida, viram o goleiro França defender a cobrança e colocar o Operário na fase semifinal do Estadual.

Para o locutor esportivo, Toninho Carlos, da Rádio Ativa 94, o jogo desta quarta-feira é para ficar na memória do torcedor do Ivinhema. Nas palavras do cronista, apesar das várias chances desperdiçadas, foi uma das melhores partidas do Azulão durante do toda a competição. “Nossa equipe pecou na partida do último domingo, quando não fez o dever de casa e perdeu o jogo. Isso custou a passagem para a semifinal”, lembrou.

Na mesma linha do locutor da Ativa, Ferreira Junior, da Rádio Itapoã FM, foi enfático ao afirmar que o grande erro do time de Ivinhema foi sofrer a derrota em casa. “Em casa, time que quer ser campeão tem que vencer”, finalizou. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.