Buscar

Abastecimento diário de água cai no País, mostra Pnad

Puxado por menor disponibilidade de água no Centro-Oeste, que vem lidando recentemente com uma dura crise hídrica, o abastecimento de água no Brasil caiu 0,6 ponto percentual na passagem de 2016 e 2017, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o levantamento, no ano passado, o País registrou 69,8 milhões de domicílios com água canalizada, sendo 59,8 milhões dessas residências ligadas à rede geral de distribuição de água. No Centro-Oeste, o abastecimento hídrico caiu de 94,8% para 81,4% entre 2016 e 2017. Confira outros números da pesquisa:

Comunicação

Os números divulgados pelo órgão também revelam que, no curso dos últimos dois anos, a proporção de domicílios com pelos menos um morador com telefone celular aumentou de 92,3% para 92,7%, sendo que a proporção relativa ao telefone fixo caiu de 34,5% para 32,1% no mesmo período.

Além disso, o percentual de domicílios onde havia computador, inclusive portáteis, recuou de 46,2% para 44% em todas as regiões brasileiras.

População

Segundo a pesquisa, a população residente no Brasil no ano passado foi estimada em 207,1 milhões de pessoas. Isso representa um aumento de 4,2% em relação a 2012, quando a estimativa populacional ficou em 198,7 milhões de pessoas. Nesse contexto, as regiões Centro-Oeste e Norte foram as que mais apresentaram aumento populacional no período.

Envelhecimento

De 2012 a 2017, o grupo de pessoas de 60 anos ou mais cresceu de 12,8% para 14,6%, em uma demonstração do rápido envelhecimento da população brasileira. Agora, o contente de pessoas idosas no País supera 30,2 milhões de pessoas, um acréscimo de 4,8 milhões de idosos nesse mesmo período.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.