Publicado em 28/03/2014 às 11:59, Atualizado em 26/04/2017 às 08:54

Após câncer, Osmar Prado volta à TV e não quer ser vilão

, Terra

Depois de ter câncer nas amídalas, o ator Osmar Prado, de 66 anos (e mais de 50 de carreira), vai até cantar em algumas das cenas da nova novela das seis da TV Globo, Meu Pedacinho de Chão. Interpretando um poderoso coronel na novela lúdica, ele vai lutar contra todos que são favoráveis ao progresso, inclusive sua mulher, Madame Catarina (Juliana Paes), por quem ele é apaixonado. Apesar disso, ele tenta evitar o rótulo de vilão.

"O Coronel é o poder em decadência. Ele sofre e faz sofrer, mas não é um vilão. Ele é um ditador e quer controlar. E vai fazer de tudo para não perder o poder", afirma Prado. Para ele, Meu Pedacinho de Chão tem uma intensidade dramática grande, como a de Amores Roubados, seu último trabalho na TV. O ator acredita na repaginação da história feita pelo diretor Luiz Fernando Carvalho e também aposta em mais uma parceria com Benedito Ruy Barbosa.

"A novela vai mexer muito com as pessoas. O Benedito tem uma coisa campesina que é muito bonita”, diz Prado, que não está preocupado com a audiência da novela. "Você acha que eu vou representar o personagem pensando se o povo vai gostar ou não? Qual é o produtor cultural que monta um espetáculo com a certeza de que vai lotar o teatro? Eu não tenho certeza de nada! Eu trabalho com a dúvida", afirma.

O artista recebeu o diagnóstico do carcinoma grau três nas amídalas pouco antes de ser convidado para Amores Roubados e, nos intervalos da gravação da minissérie, fez o tratamento e se curou. "Eu estou ótimo. Fiz duas cirurgias, trinta sessões de radioterapia e três de quimioterapia e não parei de trabalhar e de andar de moto", contou. Osmar Prado perdeu nove quilos durante o tratamento, mas já recuperou seis desde então. (Imagem divulgação)