Buscar

Após ser eliminada por violência, Ana Paula diz que contrato do BBB enfatiza expulsão de quem provocou agressor

Ana Paula Renault, desclassificada da 16ª edição do "Big Brother Brasil" depois de dar dois tapas no rosto de Renan, questionou a veracidade de um suposto termo do contrato que assinou com a TV Globo quando entrou no reality show.

A mineira disse que uma das cláusulas de vínculo com a emissora carioca era a punição tanto para o agressor quanto para o provocador, sugerindo uma penalidade também para Adélia, que jogou um copo de bebida alcoólica em seu cabelo instantes antes da confusão começar.

"Eu assinei um contrato [com a TV Globo] escrito se a pessoa fizer você perder as estribeiras [cabeça] para chegar ao ponto de dar nela, ela também estará eliminada", explicou em entrevista ao “Pânico na Band”, no último domingo (6).

Ana Paula foi desclassificada do "BBB16" após descumprir uma das regras do reality ao dar dois tapas no rosto de Renan durante a Festa Trem Expresso, na madrugada do último sábado (5).

A confusão teve início quando a advogada entornou um copo de cerveja na cabeça de Ana Paula e a loira passou a provoca-la. O modelo, por sua vez, tentou afastá-la da amiga, os dois trocaram ofensas e, já bêbada, a mineira deu dois tapas no rosto do modelo. Assim que recebeu a agressão, o brother foi ao confessionário registrar a reclamação.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.