Buscar

Banco Central mantém juros no menor patamar da história

Em decisão unânime, o Banco Central decidiu nesta quarta-feira (20) manter a taxa básica de juros da economia, a Selic, em 6,50% ao ano. Este é o menor patamar para a taxa desde que ela começou a ser contabilizada, em 1986.

Em comunicado divulgado após a decisão, a diretoria da instituição justificou a decisão com base no aumento das incertezas no cenário externo, em meio à escalada dos juros da economia norte-americana, assim como a incerteza acerca da continuidade do ciclo de reformas econômicas.

“O cenário externo seguiu mais desafiador e apresentou volatilidade”, diz um trecho do comunicado divulgado pelo Banco Central. “Uma frustração das expectativas sobre a continuidade das reformas [...] pode afetar prêmios de risco e elevar a trajetória da inflação”, continua.

Paralisação

Segundo o documento, a paralisação no setor de transportes no mês passado dificultou a leitura da atividade econômica, apesar de os dados divulgados até o momento sugerirem uma retomada mais consistente da economia em relação aos meses anteriores.

“Entretanto, indicadores referentes a maio e, possivelmente, junho deverão refletir os efeitos da referida paralisação”, aponta a instituição.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.