Buscar

Batayporã – Anaurilândia: Rodovia MS-276, que havia sido interditada devido a acidente, é liberada

Polícia Militar Rodoviária pede cautela aos condutores

Cb image default
Aos poucos, trânsito vai se normalizando na rodovia MS-276, entre Batayporã e Anaurilândia - Imagem: Almir Portela / Nova News

Na manhã desta quinta-feira (28), a rodovia MS-276, entre as cidades de Batayporã e Anaurilândia, foi parcialmente liberada. O trecho, nas proximidades do Córrego Combate estava totalmente interditado há mais de 10h, desde a noite desta quarta-feira (27), devido a um acidente envolvendo três carretas.

Por volta das 07h30, o Nova News manteve contato com a Polícia Militar Rodoviária (PMR), sendo que os patrulheiros disseram que uma das carretas envolvidas na colisão havia sido removida do local. O veículo, inclusive, já havia sido guinchado até as proximidades da Base Operacional da PMR, na MS-134, entre Batayporã e Nova Andradina.

Até o início da manhã, as outras duas carretas envolvidas ainda estava no local da batida e guinchos trabalhavam na remoção. Uma equipe da PMR estava no local orientando o trânsito que ainda fluía com lentidão devido ao grande congestionamento que se formou nos dois sentidos as via.

Cb image default
Uma das carretas envolvidas no acidente foi removida e guinchada até as proximidades da base da PMR - Imagem: Acácio Gomes / Nova News

Em decorrência da interdição da rodovia, que além de Anaurilândia e Bataguassu, dá acesso também aos estados de São Paulo e Paraná, centenas de usuários da via precisaram dormir em pátios de postos de combustíveis e até mesmo dentro dos veículos, nas proximidades do ponto onde ocorreu a colisão. Jovens de Anaurilândia e de Primavera, em Rosana (SP), que estudam em Nova Andradina, também precisaram dormir dentro dos ônibus.

O Nova News conversou com o motorista de um caminhão de Guarapuava (PR). João Cláudio seguia com o cargueiro vazio para carregar com soja em São Gabriel Doeste. Nas palavras do caminhoneiro, estas 10h em que ficou parado na rodovia, vai resultar em dois ou três dias de atraso em sua viagem. 

“Eu ia chegar lá de manhã, carregar e voltar, mas, saindo daqui agora, vou chegar lá à tarde, então vou ter que carregar apenas nesta sexta e ainda torcer para não pegar fila”, disse.

Mesmo com a liberação da rodovia, a PMR pede cautela aos condutores que trafegam pela via, uma vez que o trânsito flui com lentidão no início desta quinta-feira (28). (Colaborou Almir Portela).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.