Buscar

Cadastro Único permite a participação em programas sociais do governo

O Cadastro Único é a porta de entrada para mais de 20 programas sociais do Governo do Brasil. Para ter acesso aos benefícios é preciso apresentar a documentação exigida, além de atualizar as informações sempre que for necessário.

O banco de informações do Governo do Brasil une dados sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza e permite que o beneficiário tenha acesso aos programas do governo.

Para se inscrever no Cadastro Único é muito simples: basta agendar atendimento presencial no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo ou na secretaria de assistência social do seu município.

Posso me cadastrar?

O Cadastro Único é aberto a famílias com renda de até meio salário mínimo por pessoa ou que ganham até três salários mínimos de renda mensal total, além de pessoas com deficiência e idosos acima de 65 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Quem é o Responsável pela Unidade Familiar?

É preciso que uma pessoa da família se responsabilize por prestar as informações de todos os membros da família para o entrevistador.

Essa pessoa — chamada de Responsável pela Unidade Familiar (RF) — deve ter pelo menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher.

Quais documentos preciso levar?

Alguns são obrigatórios, e outros facilitam o cadastro. É necessário que o responsável apresente CPF ou Título de Eleitor.

Quanto aos outros membros da família, é exigida apenas certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, Carteira de Identidade (RG), Carteira de Trabalho ou Título de Eleitor.

Para facilitar o cadastro é bom levar: comprovante de endereço, de matrícula escolar das crianças e dos jovens de até 17 anos; e carteira de trabalho.

A quais programas sociais terei acesso?

Diversos programas e benefícios sociais do Governo do Brasil utilizam o Cadastro Único como base para seleção das famílias.

Com as informações atualizadas no banco de dados é possível, por exemplo, ter acesso aos seguintes programas:

Bolsa Família;

Minha Casa Minha Vida;

Carteira do Idoso;

Benefício de Prestação Continuada;

Passe Livre para pessoas com deficiência;

Aposentadoria para pessoa de baixa renda;

Isenção de Taxas em Concursos Públicos;

Programa de Cisternas;

Projovem Adolescente;

Tarifa Social de Energia Elétrica;

Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;

Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – Peti;

Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.