Buscar

Corpo de Bombeiros oferece dicas importantes para população que vai curtir o feriado

Imagem: CB

Cb image default

Com o objetivo de evitar possíveis acidentes durante o feriado prolongado que começa – para muitas pessoas – nesta quinta-feira (29.3) e segue até domingo (1°.4), o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS) repassa dicas importantes para a população que deseja viajar, frequentar balneários, piscinas públicas, clubes, entre outros locais durante esse período.

Para quem for viajar de carro, é importante ter atenção com a manutenção preventiva do veículo. A verificação de pneus, água do radiador, óleo, bateria e freios pode evitar alguns transtornos durante a viagem. Além disso, outras dicas importantes são usar o cinto de segurança, evitar a ingestão de bebidas alcoólicas antes de dirigir, ter um bom período de descanso antes de pegar a estrada e sempre respeitar o limite de velocidade e a sinalização nas estradas.

O Corpo de Bombeiros informa também que àqueles que vão frequentar piscinas, rios, lagos e praias devem tomar alguns cuidados básicos para evitar acidentes e afogamentos. É fundamental procurar um lugar seguro e apropriado para o lazer, inclusive, que tenha a presença de bombeiros e guarda vidas. Crianças exigem cuidados redobrados e sempre devem usar colete salva-vidas e ter a presença de um responsável por perto para evitar acidentes com consequências mais graves.

Aviso

É importante ressaltar que, em caso de afogamento, o cidadão só tente salvar a vítima caso seja habilitado e esteja em boas condições físicas para a ação. Caso contrário, tente se aproximar da vítima e lance algum objeto que a ajude a flutuar, ser puxada para um local seguro e acione o guarda-vidas ou o Corpo de Bombeiros Militar através do telefone de emergência “193”.

Informação

Durante todo o ano, o CBMMS realiza, através das vistorias ordinárias, as fiscalizações nos locais de concentração de público como clubes, balneários, pousadas, pesqueiros, entre outros.

Todos esses locais necessitam desse certificado de vistoria emitido pelo Corpo de Bombeiros, que comprova a regularização da edificação, além de outras licenças e alvarás, que são emitidos pelas prefeituras e órgãos de vigilância sanitária.

Caso algum empreendimento não tenha todos os certificados para funcionamento em dia, ele poderá ser multado, e dependendo da irregularidade apresentada o local poderá ser interditado, conforme prevê a Lei n° 4.335 de 2013.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.