Buscar

Crianças e adolescentes de Batayporã presenciaram assassinato em cinema de Dourados

Segundo servidores do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, assistir ao filme fazia parte de um projeto de férias

Um grupo de 34 pessoas residentes em Batayporã, entre elas, crianças e adolescentes de 11 a 13 anos, estavam na sala de cinema do Shopping Avenida Center, em Dourados, e presenciaram quando um policial militar ambiental disparou sua arma de fogo contra um homem, que morreu no local. O crime ocorreu na tarde de segunda-feira (08).

O Nova News apurou que na sala de cinema estavam crianças e adolescentes de Batayporã, que participam do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), o antigo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

Cb image default
Crime ocorreu em uma sala de cinema do Shopping Avenida Center, em Dourados - Imagem: Gizele Almeida / Dourados News

Segundo uma das acompanhantes das crianças e adolescentes, a excursão até Dourados fazia parte de um projeto de férias. “Chegamos lá cedo, passeamos em alguns lugares, visitamos o shopping e almoçamos. Assistir o filme ‘Homem Aranha – Longe de Casa’, seria a última atividade antes que o grupo viajasse de volta para Batayporã”, disse.

Ainda nas palavras da servidora, o grupo entrou na sala de cinema e se acomodou mais ao fundo, sendo que, cerca de três minutos após o início do filme, a tragédia aconteceu. “Os envolvidos estavam sentados mais à frente. Percebemos uma movimentação, depois uma troca de lugares e, em seguida, uma discussão. Um deles se levantou, momento em que o outro sacou a arma atirou. Infelizmente presenciamos tudo”, revelou.

Segundo ela, a vítima caiu na hora, momento em que as crianças e adolescentes entraram em pânico. “Mandamos que todos os jovens deitassem no chão. A gente tinha medo de que ocorressem mais disparos e que alguém mais fosse atingido. As luzes já estavam apagadas, as portas fechadas e o cinema lotado. As pessoas entraram em desespero. A filha da vítima gritava muito. Foi uma cena chocante”, disse a servidora.

Conforme o relato da educadora, momentos depois, a equipe do shopping chegou ao local, ligou as luzes e abriu as portas, momento em que todos puderam sair. “Assim que saímos de lá voltamos para casa. Foi muito triste. O que era para ser um dia de lazer e diversão acabou marcado por uma tragédia”.

“Muitas crianças e adolescentes nunca tiveram a oportunidade de sair de Batayporã e, na primeira vez que puderam ir a um passeio destes infelizmente acontece este crime horrível”, lamentou.

Cb image default
Vítima foi identificada como Júlio Cesar Cerveira Filho, de 43 anos - Imagem: Redes Sociais

Segundo a equipe do SCFV de Batayporã, nesta terça-feira (09), os servidores que atuam no serviço passaram por acompanhamento psicológico. Nesta quarta-feira (10) é a vez dos pais e na quinta-feira (11) as crianças e adolescentes é que terão o assessoramento.

“O acompanhamento é fundamental para tentarmos minimizar os danos psicológicos das famílias e principalmente dos integrantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos que, infelizmente, presenciaram uma cena muito forte e muito negativa. Graças a Deus que nada aconteceu com nenhuma criança ou adolescente e todos retornamos em segurança”, pontuou a funcionária do município.

Imagens e informações sobre as identidades dos servidores do SCFV de Batayporã, bem como das crianças e adolescentes que presenciaram o crime não serão divulgadas pelo Nova News.

O crime*

No início da tarde de segunda-feira (08), Júlio Cesar Cerveira Filho, de 43 anos, foi morto com um tiro no peito disparado por um cabo da Polícia Militar, de 37 anos, lotado na PMA (Polícia Militar Ambiental).

O homicídio cometido na frente da mulher (de 45 anos) e da filha (de 16 anos) da vítima, bem como de dois filhos do autor (um de 09 e outro de 14 anos) teria sido motivado após a discussão por causa de uma poltrona. (*Informações do Dourados News).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.