Buscar

Desbravadores - Diretor de clube de Nova Andradina é homenageado na Assembleia Legislativa

No total, foram homenageados 30 desbravadores de 14 municípios de MS

Imagem: Divulgação

Cb image default

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, por intermédio do deputado Renato Câmara (MDB), realizou na última semana, a entrega de Medalha de Honra ao Mérito Legislativo aos participantes e pioneiros dos Clubes de Desbravadores do Estado. O evento foi realizado em parceria com o Ministério de Desbravadores da Associação Sul-Mato-Grossense da Igreja Adventista do Sétimo Dia. A cerimônia aconteceu no plenário Deputado Júlio Maia, no Palácio Guaicurus.

No total, foram homenageados 30 desbravadores de 14 municípios de MS: Nova Andradina, Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul, Naviraí, Douradina, Bela Vista, Sidrolândia, Bataguassu, Bodoquena, Santa Rita do Pardo e Coxim. O homenageado por Nova Andradina foi Felipe Gonçalves, que atua como diretor do Clube El Shaday. Segundo ele, os Desbravadores prestam importantes serviços sociais como preservação da natureza, arrecadação e doação de alimentos, entre outros.

“Nosso foco é mostrar Jesus através das ações sociais que promovemos. Também atuamos junto às crianças para que elas se tornem pessoas conscientes e com senso de cidadania. Entendo que este reconhecimento por parte da Assembleia Legislativa é muito gratificante e um incentivo a mais para que possamos prosseguir com nossas atividades”, disse Felipe, ao lembrar que Nova Andradina conta com quatro clubes.

Na mesma linha, segundo Renato Câmara, que também á autor da Lei 5.109, que institui o Dia dos Desbravadores no Estado, a entrega das medalhas simboliza o reconhecimento da Assembleia Legislativa às pessoas prestam serviços relevantes à comunidade sul-mato-grossense por meio das ações dos clubes de desbravadores espalhados por todo o MS.

Os desbravadores estão presentes em mais de 160 países, com 90 mil sedes e dois milhões de participantes. A entidade promove a integração de pais e filhos na faixa etária de seis a nove anos, com atividades na área da educação. Já as crianças entre dez e 15 anos, de diferentes classes sociais, reúnem-se uma vez por semana para desenvolver talentos e habilidades. (Com informações da assessoria).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.