Buscar

Durante campanha de 2012, prefeito de Anaurilândia recebeu R$ 50 mil de uma empresa investigada na Lava Jato

Montante teria sido viabilizado pelo Senador Delcidio Amaral, principal delator do esquema

O prefeito de Anaurilândia, Vagner Guirado (PR), recebeu, supostamente, por indicação do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), doação de R$ 50 mil da UTC Engenharia, uma das principais empreiteiras investigadas pelo rombo aos cofres da Petrobras, através da Operação Lava Jato. A doação ocorreu para “inflar” o montante da campanha do atual prefeito em 2012, revela documento oficial da prestação de contas de Guirado ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).O valor repassado pela UTC, cujo presidente Ricardo Pessoa aceitou a condição de delator no caso de corrupção, representa 30% dos R$ 161,4 mil arrecadados pelo prefeito durante o pleito.

O próprio senador sul-matogrossense é um dos principais beneficiários da UTC Engenharia. Ao longo de três campanhas eleitorais, a empreiteira doou mais de R$ 1,3 milhão ao petista. Em 2010, Delcídio recebeu R$ 500 mil da empresa e é visto como um “padrinho político” do chefe do Executivo de Anaurilândia. Além da UTC, também em 2010, a Camargo Corrêa, outra empreiteira que está na mira da Lava Jato, repassou R$ 500 mil a Delcídio.

Delcídio do Amaral foi um dos principais articuladores que viabilizaram recursos para a campanha de Guirado (Foto: Arquivo / Assessoria)

Segundo a Justiça Eleitoral, a doação a Guirado foi efetivada em 03 de outubro de 2012, por transferência eletrônica. A relação de Guirado e Delcidio é de proximidade. De acordo com a própria assessoria do prefeito, no fim do ano passado, ele se encontrou com o senador e obteve a liberação de recursos para pavimentação asfáltica e drenagem no município. Em outras ocasiões, se encontraram em Brasília. Durante o período eleitoral, a presença do senador era constante na cidade, participando de comícios e carreatas em apoio a Vagner Guirado.

Conforme desvendou a Polícia Federal (PF), o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que já foi preso, intermediava as relações e contratos bilionários com empreiteiras para repassarem dinheiro a políticos a fim de obter vantagem financeira em obras e serviços da estatal. Apenas a UTC assinou contratos que ultrapassam os R$ 10 bilhões com a Petrobras.

Segundo apurou o Nova News junto a algumas pessoas que foram responsáveis pela coordenação de campanha de Vagner no ano de 2012 à prefeitura de Anaurilândia, o senador Delcidio do Amaral teria sido o responsável por intermediar o custeio de cerca 90% dos custos do pleito vitorioso de Guirado.

Após consulta na prestação de contas do atual prefeito junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a reportagem encontrou, além da doação da UTC, no valor de R$ 50 mil, mais duas contribuições nos mesmos valores, uma vinda da construtora Central do Brasil e outra da Piemonte Empreendimentos LTDA, perfazendo o total de R$ 150 mil.

Imagem da prestação de contas disponibilizada através do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) (Foto: Reprodução / TSE)

Com exceção das doações das três empreiteiras que apoiaram a campanha de Guirado com R$ 50 mil cada uma, totalizando R$ 150 mil, as demais doações são consideradas pífias, pois somadas, perfazem apenas o valor de aproximadamente R$ 11 mil. Nos últimos dias, a reportagem tentou manter contato com o prefeito de Anaurilândia, Vagner Guirado, para que ele se pronunciasse sobre os fatos, mas o chefe do Executivo Municipal não foi encontrado. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.