Publicado em 07/05/2020 às 08:05, Atualizado em 07/05/2020 às 12:07

Durante período de recesso, plataforma de estudos segue disponível para alunos da Rede Estadual

Mesmo nas duas semanas de descanso, professores e estudantes podem acessar as ferramentas do GSuite for Education para ambientação na plataforma

SED-MS,
Cb image default
Imagem: Arquivo / SED

A Rede Estadual de Ensino (REE) deu início ao período de recesso para os 210 mil estudantes de Mato Grosso do Sul, que começou nesta última segunda-feira (04). Válida até o dia 18 de maio, a pausa – normalmente alocada no mês de julho – foi antecipada na última semana e servirá também para que alunos e professores possam se familiarizar com algumas das novas ferramentas disponibilizadas pela Secretaria de Estado de Educação (SED), para o estudo remoto.

Fruto de uma importante parceria firmada entre Mato Grosso do Sul e a Google Inc., anunciada no último dia 22 de abril, o Classroom é um dos aplicativos que fazem parte do GSuite for Education, que traz um conjunto de ferramentas feitas para as escolas. Os “apps”, presentes neste serviço, são gratuitos e estão disponíveis para todos os estudantes e professores da Rede Estadual de MS, mesmo durante o recesso escolar.

Essa ambientação já está disponível por meio de duas páginas, com informações básicas para os primeiros acessos às contas Google às salas do Google Classroom. Uma delas, voltada para os estudantes e a outra para os professores. A primeira, dedicada aos 210 mil alunos da REE, possui orientações para o acesso às contas de e-mail, entre outros. Já a segunda, específica para os docentes, também contém informações como guias de ingresso na plataforma, apresentações de ferramentas importantes, dicas para o trabalho com equipes remotas e vídeos para configuração no dispositivo móvel.

Suporte

Para sanar possíveis dúvidas sobre o uso das ferramentas, a SED – por intermédio da Superintendência de Informação e Tecnologia (Sitec) – disponibilizou dois caminhos de contato com a equipe responsável pelo suporte, ambos remotos.

Os questionamentos e observações podem ser encaminhados para o endereço de e-mail: [email protected] Outra alternativa é o contato direto pelos telefones (67) 3318-2385 ou 3318-2312, de segunda à sexta, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.