Buscar

Em ano de mudanças, SAD contabiliza resultados positivos, como a promoção de mais de 1.500 servidores

Entre as ações, destaque para a convocação de 450 novos servidores públicos, sendo 250 administrativos da Educação e 200 da Agepen

Cb image default
Imagem: Divulgação

Para garantir avanços e a modernização do Estado, uma série de iniciativas da Secretaria Administração e Desburocratização (SAD) foi desenvolvida ao longo de 2019, visando promover o desenvolvimento e a valorização dos servidores públicos estaduais e também facilitar o acesso do cidadão aos serviços ofertados pelo Governo.

Entre as ações, destaque para a convocação de 450 novos servidores públicos, sendo 250 administrativos da Educação e 200 da Agepen. Já o número de promoções concedidas a servidores efetivos de 37 unidades gestoras, é de 1.539. Na área de desenvolvimento de servidores, a oferta da primeira pós-graduação, com 40 vagas, foi pioneira no Estado e se soma à capacitação oferecida amplamente em cursos na modalidade a distância e presencial pela Escolagov, o que resultou no período, na formação de mais de cinco mil servidores.

Somam-se às ações voltadas ao servidor, o Clube de Benefícios, disponível no Portal do Servidor, iniciativa que reúne convênios firmados pela SAD com instituições de ensino, na área da saúde, alimentação, seguros, comércio e idiomas e que assegura descontos exclusivos à categoria.

O reconhecimento pelos anos de serviço público dedicados ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul também foi destaque entre as ações da Secretaria. Na edição 2019, a entrega dos diplomas do Mérito Funcional contemplou 1002 servidores aposentados. O evento integrou o calendário de comemoração ao Dia do Servidor e teve como objetivo enaltecer a categoria, tão importante e necessária ao desenvolvimento do Estado.

Mudanças importantes também marcaram o ano, como a restituição da jornada de trabalho e o Programa de Desligamento Voluntário (PDV). De acordo com o secretário Roberto Hashioka, foram desafios que atenderam às demandas apresentadas pela população, favorável ao retorno do expediente integral em alguns órgãos do Governo Estadual. A medida otimizou os serviços ofertados pelo Estado. Já em relação ao Programa de Desligamento Voluntário, foram 132 pedidos deferidos e o montante correspondente a economia anual é da ordem de R$ 8.209.968,00 com despesa de pessoal.

“Este foi um ano de desafios para a Secretaria, tendo em vista a dimensão que ela apresenta, pois reúne setores estratégicos como Gestão de Pessoas, Compras Governamentais e até mesmo Previdência. Haja vista a situação econômica que o país vem atravessando, não há dúvidas de que Mato Grosso do Sul, através de uma política de equilíbrio fiscal, tem cumprido com sua responsabilidade de atender a população sul-mato-grossense e também valorizando os servidores públicos, ao manter rigorosamente em dia o pagamento dos salários, como determina o governador Reinaldo Azambuja”, frisa.

Outro enfoque da pasta são as ações de simplificação administrativa, desenvolvidas através do projeto piloto “SAD + Simples” para modernizar os processos da Secretaria e consequentemente, facilitar o acesso do cidadão aos serviços ofertados pelo Governo. “A Transformação Digital é uma forte aposta dos governos, por isso a importância de investimentos em tecnologia e no desenvolvimento dos servidores, medidas que tornam possíveis os avanços na desburocratização, na economia de recursos e no fácil acesso do cidadão aos serviços do Estado”, conclui Hashioka.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.