Buscar

Em seis anos, SUS dobra recursos para tratamento contra o câncer

Em seis anos, mais que dobraram os recursos destinados para tratamentos oncológicos ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o País. O investimento saltou de R$ 2,2 bilhões em 2010 para R$ 4,6 bilhões em 2017.

Os dados são do balanço mais recente do Ministério da Saúde, que levantou os investimentos em tratamentos paliativos, cirurgias, radioterapia e quimioterapia a todos os tipos de câncer.

Somente em 2017, de acordo com o levantamento, foram 324.045 cirurgias oncológicas, 3,1 milhões de procedimentos quimioterápicos e 11,2 milhões de sessões de radioterapia oferecidos gratuitamente pelo SUS aos pacientes em tratamento contra o câncer.

A cobertura do SUS prevê atendimento integral e gratuito para todos os pacientes. Há ainda repasses para consultas com especialistas, exames e medicamentos.

Rede de atendimento

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), existem atualmente 288 unidades e centros de assistência habilitados no tratamento do câncer no País.

Todos os estados brasileiros têm pelo menos um hospital habilitado em oncologia, onde o paciente de câncer encontrará desde um exame até cirurgias mais complexas.

Cabe às secretarias estaduais e municipais de Saúde organizar o atendimento dos pacientes na rede assistencial.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.